Jiu-Jitsu: Veja os campeões do Abu Dhabi World Pro e Legends

Share it

Com mais uma edição realizada, o Abu Dhabi World Pro 2017 chega ao fim. Foto: Ivan Trindade/Gentle Art Media

O Abu Dhabi World Pro chegou ao fim neste sábado, 22 de abril, na Arena IPIC, em Abu Dhabi, Emirados Árabes Unidos. O último dia de competições apresentou as finais masculinas dos faixas-pretas e as finais femininas de faixa-marrom/preta, além das disputas de medalhas de bronze para ambos os sexos. O evento também ofereceu à multidão as aguardadas disputas do “Jiu-Jitsu Legends”. Confira os resultados completos:

Abu Dhabi Legends

Pesado – Marcio “Pé de Pano” jogou por baixo e trabalhou para raspar no fim da luta, nos 30 segundos finais da partida. Ele bateu Gabriel Napão por 2 a 0 e manteve o título

Médio – Amaury Bitetti contabilizou duas vantagens sobre uma de Roberto Traven para se tornar o primeiro campeão peso médio do Legends.

Meio-médio – Vitor Shaolin entrou para matar. Para vencer, a fera raspou, passou e quando Kenny Florian tentou o quatro apoios para escapar, este acabou apagado num estrangulamento relógio. Shaolin, assim, manteve seu título

Leve – Alexandre Soca administrou o duelo até o momento certo no qual raspou Baret Yoshida. Dpois, o brasileiro segurou o resultado e a vitória que lhe manteve campeão.

Galo – Wellington Megaton esperou mais de 20 anos para sua revanche contra Hélio Soneca. Contudo, Soneca conseguiu raspar e mais uma vez venceu o duelo entre as feras, por 2 a 0.
Faixa-preta Masculino

56kg – Rodnei Junior entrou com tudo contra o japonês Todokoro Masaaki na partida final. O brasileiro conseguiu ganhar as costas de seu oponente e encaixar um estrangulamento de lapela para garantir o cinturão da categoria.

62kg – Mikey Musumeci venceu a divisão na sexta-feira depois de vencer todos os duelos numa chave de três. Cleber Fernandes terminou em segundo e Hiago George em terceiro lugar.

69kg – Gianni Grippo alcançou o seu segundo título consecutivo em Abu Dhabi contra Tiago Bravo na final. O americano conseguiu chegar às costas de Bravo, acumulou 8 a 0 nos pontos e comemorou o título. No terceiro lugar, Isaac Doederlei conseguiu encaixar um estrangulamento pelas costas de Talison Costa.

77kg – Em uma partida que pode ser chamada de amigável, os companheiros Edwin Najmi e Gabriel Arges agradaram a multidão com uma boa disputa. Arges se adiantou e manteve uma vantagem no placar com uma raspagem, manteve a liderança até o final do duelo e celebrou outro título conquistado em Abu Dhabi.

85kg – Claudio Calasans não se intimidou com a torcida local que favorecia o local Faisal Al Kitbe. Em uma partida disputada, o brasileiro impôs seu jogo, obteve uma vantagem de 6 a 0 e levou o cinturão da categoria. No terceiro lugar, Marcos Costa superou William Dias por 1 a 0 e chegou ao pódio.

94kg – Felipe Preguiça não deixou o perigoso Adam Wardzinski evoluir seu jogo . O brasileiro pegou as costas de Adam e terminou a final com um estrangulamento para reivindicar ainda mais um cinturão em sua história no ADWPJJC.

110kg – José Junior, já líder do ranking UAEJJF para a temporada 2016/2017, entrou no tatame para levar mais um cinturão. Ele fez isso com uma vitória de 2 a 0 sobre o arisco Chris Bowe. Na disputa do bronze, Erberth Santos bateu Manuel Pontes por uma falta.

Faixa-marrom/preta Feminino

49kg – Mayssa Bastos ganhou a competição na sexta-feira, ao vencer todas as suas partidas em chave de três. Rikako Yuasa terminou em segundo e Liwia Gluchowska levou o terceiro lugar.

55kg – Talita Alencar quis terminar uma ótima temporada com um estrondo, e a chave de pé em Vanessa Inglês foi o final perfeito. Na disputa das medalhas de bronze, Thamires Aquino venceu Amal Amjahid por 2 a 1.

62kg – Bia Mesquita estava em chamas neste sábado. A brasileira encarou Tammi Musumeci com tudo, finalizou a partida com um estrangulamento pelas costas e levou o cinturão da categoria. Na partida dos bronzes, Jess Fraser venceu Laurence Cousin por 2 a 0.

70kg – Ana Carolina Vieira encontrou uma adversária muito dura em Amanda Benavides. A medalha de ouro e o cinturão só vieram às mãos de Carol após a brasileira obter uma vantegem de 4-1 sobre sua adversária. No bronze, Priscila Cerqueira estrangulou Fiorella Coto pelas costas.

90kg – Nathiely de Jesus terminou uma campanha brilhante com outro desempenho poderoso contra Talita Treta, que foi valente ao não bater em um armlock precoce. A vantagem de 4 a 2 sobre a compatriota foi suficiente para Nathiely levar o cinturão para casa e garantir o primeiro lugar no ranking UAEJJF.

(Fonte: Assessoria de imprensa)

Ler matéria completa Read more
There is 1 comment for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *