Fernando Tererê e as drogas: “Achei que nunca mais usaria um kimono de Jiu-Jitsu”

Share it

Fernando Tererê no pódio da categoria médio no Europeu 2013, com Claudio Calasans e Alan Finfou. Foto: IBJJF.

Foi ao ar na madrugada de sábado para domingo, 19 de fevereiro, uma edição especial do programa Sensei Sportv sobre a história emocionante de Fernando “Tererê”, do apogeu nos tatames até o fundo do poço, aonde chegou depois do envolvimento com as drogas.

No programa do Sportv, Alan “Finfou” Nascimento relembrou juntamente com Tererê o dia em que devolveu a faixa de Fernando, num Europeu de Jiu-Jitsu dos mais emocionantes, em Portugal. Fernando a havia vendido para o amigo por 5 reais, quando estava precisando de dinheiro.

“Morei numa cracolândia, esfarrapado e tratado como um mendigo. Eu estava no meu ápice como atleta quando me envolvi com as drogas. Achei que nunca mais usaria um kimono de Jiu-Jitsu”, recordou Tererê, que deu a volta por cima e hoje lidera um projeto social dos mais bacanas, em Ipanema, Rio de Janeiro.

O faixa-preta bicampeão mundial da Alliance, formado por Alexandre “Gigi” Paiva, detalhou também seu estilo de lutar. “Eu queria a gola do oponente, mas primeiro fintava as pernas, fingia que ia embaixo. Era como um drible do Neymar aplicado ao Jiu-Jitsu”, contou o lutador do Cantagalo.

Veja a reportagem completa aqui.

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *