Preguiça vence Xande pelo título e Mackenzie fatura ouro no Grand Slam de Tóquio

Share it

Felipe Preguiça garantiu o ouro ao bater Xande Ribeiro. Foto: Ivan Trindade/Gentle Art Media

Felipe Preguiça garantiu o ouro ao bater Xande Ribeiro. Foto: Ivan Trindade/Gentle Art Media

Com mais de 400 atletas inscritos, a segunda etapa do Abu Dhabi Grand Slam Jiu-Jitsu World Tour, evento da UAEJJF, rolou neste domingo, dia 23, no Turtle Big Fukaya Arena, em Tóquio, no Japão. De forma similar à primeira parte do evento, em Los Angeles, EUA, a etapa japonesa da turnê foi cenário para alguns dos maiores nomes do Jiu-Jitsu, que exibiram sua técnica em busca de um pedaço dos mais de 100 mil dólares em prêmios.

Desde o juvenil faixa-branca à faixa-preta master 2, o amor pela arte suave e a vontade de vencer foram presenças constantes em cada um dos sete tatames montados na arena. Como de costume, o faixa-preta adulto masculino e o faixa-preta/marrom adulto feminino eram os únicos com nomes mais conhecidos. Veja abaixo o desfecho de cada categoria de peso:

Faixa-preta (Masculino)

62 kg – Os compatriotas japoneses Tomoyuki Hashimoto, Kazuchiro Miyachi e Kei Ito lutaram pelo título. Miyachi bateu Ito na única semifinal e passou a enfrentar Hashimoto na final. Uma raspagem em favor de Hashimoto foi suficiente para resolver a disputa e garantir-lhe a medalha de ouro.

69 kg – Thiago Bravo lutou duas vezes para garantir o título na categoria. Primeiro, ele bateu Yuto Hirao e depois se juntou a Daisuke Shiraki na final, que terminou em um empate. A decisão dividida dos árbitros (2-1) decidiu a favor de Bravo, presenteando-o com a medalha de ouro.

77 kg – Roberto Satoshi também lutou duas vezes para ganhar a medalha de ouro. O atleta primeiro derrotou Anderson Takahashi e depois pegou Robson Tanno com um triângulo de mão na final.

85 kg – Faisal Al-Kitbe venceu Akihiro Kawakami por 2 a 0 com uma queda, e assim chegou à final. Do outro lado, Gabriel Arges superou Youngam No por 2 a 1 nas vantagens após empate de 2 a 2. Na final, Arges ganhou as costas do seu adversário perto do fim da partida, o que o colocou 4 pontos à frente de Kitbe para garantir a sua segunda medalha de ouro nos Grand Slams desta temporada.

94 kg – Provavelmente a divisão mais esperada do dia, a categoria teve Xande Ribeiro e Felipe Preguiça como favoritos para a final. Eles não decepcionaram e talentosamente se classificaram para a disputa do ouro. Xande derrotou Alexandre Ogawa com um estrangulamento pelas costas e depois surpreendeu Bruno Kikuchi com um triângulo. Pena teve apenas uma luta e conseguiu encaixar um estrangulamento pelas costas em Alan Fidelis. Na final, as raspagem fizeram a tônica do combate. Preguiça raspou primeiro, mas Xande contra-atacou e empatou a partida em 2 a 2. Após uma parada, Felipe puxou para a guarda e conseguiu fazer outra raspagem, desempatando com um 4 a 2. Xande ainda teve tempo para empatar novamente e foi para a raspagem, mas Preguiça lutou bravamente e permitiu apenas uma vantagem, garantindo a medalha de ouro.

110 kg – Os grandalhões também fizeram sua parte. Desta vez, José Junior ganhou sua medalha de ouro depois de terminar em segundo lugar em Los Angeles. Ele raspou Andre Campos no início da final e foi capaz de segurar o resultado pelos seis minutos restantes da partida, tornando-se o vencedor da divisão.

Mackenzie finalizou Meagan Green duas vezes no leglock para garantir o ouro. Foto: Ivan Trindade/Gentle Art Media

Mackenzie finalizou Meagan Green duas vezes no leglock para garantir o ouro. Foto: Ivan Trindade/Gentle Art Media

Marrom / Preta (Feminino)

55 kg – Lutando em casa, a Japonesa Rikako Yuasa estava com tudo. Primeiro, ela esticou o braço da chinesa Yuxing Xiong e, em seguida, superou sua conterrânea Mei Yamaguchi com um placar volumoso de 16 a 0, garantindo o título.

70 kg – Favorita dos fãs, Mackenzie Dern lutou duas vezes neste domingo, ambas as vezes contra a australiana Meagan Green. Primeiro, Mackenzie venceu Green na semifinal com um leglock. Após Meagan bater a brasileira Isabeli Souza por 1 a 0 nas vantagens, elas se encontraram novamente na final. Mackenzie, mais uma vez usou o leglock para finalizar sua adversária e, desta vez, garantir a medalha de ouro.

Para conferir os resultados completos, clique aqui!

(Fonte: Assessora de imprensa)

Ler matéria completa Read more
There is 1 comment for this article
  1. Pingback: Preguiça vence Xande pelo título e Mackenzie fatura ouro no Grand Slam de Tóquio – Portal Fight

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *