Ex-UFC, Hernani Perpétuo vence por nocaute no Shooto Brasil 65

Share it
De volta ao Shooto, Hernani não deu chances a Cleber Sousa. Foto: Divulgação

De volta ao Shooto, Hernani não deu chances a Cleber Sousa. Foto: Divulgação

Em seu principal palco, o Clube Hebraica, o Shooto Brasil realizou sua 65ª edição neste domingo, dia 31 de julho, em noite que trouxe o retorno do ex-lutador do UFC, Hernani Perpétuo, no duelo principal.

Diante de Cleber Sousa, ele reencontrou o caminho das vitórias depois de dois reveses consecutivos no Ultimate. Com um jab avassalador ainda no primeiro round, Hernani comemorou o triunfo. Na co-luta, amigos na casa do TUF Brasil 3, Ismael Marmota derrotou Joilton Peregrino com um nocaute que levantou o público. O evento ainda contou com outras nove disputas, com a maioria marcada pelo equilíbrio.

Campeão mundial do Shooto, Hernani Perpétuo assinou com UFC e teve uma curta passagem de duas lutas.
Depois das duas derrotas, ambas na decisão dos jurados, ele retornou neste domingo ao evento que o consagrou e deu show. Diante de Cleber Sousa, o carioca e atleta da Nova União mostrou seu talento em pé e não deu chances ao adversário.

Com apenas 1min e 33seg de combate e ainda sem ter atacado o rival, Hernani mostrou toda a potência de seu soco e fez Cleber Sousa cair de costas no chão. Ele só teve o trabalho de montar no rival e aplicar algumas marteladas para ver o juiz central dar como encerrado o confronto.

Apesar de equipes diferentes no TUF Brasil 3, Joilton Peregrino e Ismael Marmota construíram uma relação de amizade dentro do reality show. E o duelo que deveria ocorrer nas semifinais do programa, na categoria dos médios, protagonizou a co-luta principal do Shooto Brasil 65.

A luta começou com os dois atletas se estudando e evitando quedas. Conforme o cansaço de Peregrino e a menor experiência se desenhou a favor de Ismael, o atleta ficou à vontade e mostrou ímpeto com potentes socos. Força esta que também marcou os golpes de Joilton. Mesmo mais veterano, Ismael mostrou disposição física para vencer o rival por nocaute, com um lindo soco, aos 2min e 52seg do segundo round.

Shooto Brasil 65
Clube Hebraica – Laranjeiras, Rio de Janeiro
31 de julho de 2016

Até 80kg*: Hernani Perpétuo venceu Cleber Sousa por nocaute aos 1min e 33seg do primeiro round
Até 78kg*: Ismael Marmota venceu Joilton Peregrino por nocaute aos 2min e 52seg do segundo round
Até 70kg: Alcides Nunes venceu Wagner Rocha na decisão unânime dos juízes laterais
Até 64kg*: Pedro Falcão venceu Wanderson Marinho por nocaute técnico aos 50seg do primeiro round
Até 66kg: Taigro Costa venceu Joaquim Polônia por decisão unânime dos juízes laterais.
Até 57kg: Erick Panterinha venceu Fernando Tourinho por finalização mata-leão aos 1min e 5seg do segundo round
Até 87kg*: Renato King venceu Hemerson Toco por nocaute técnico aos 4min e 33seg do segundo round
Até 70kg: Guilherme Doin venceu Thiago Barbosa por decisão dividida dos juízes laterais
Até 61kg: Luan Lacerda venceu Pedro Rocha por finalização triângulo aos 4min e 5seg do segundo round
Até 57kg: Luiz Arthur venceu Elves Oliveira por nocaute técnico aos 4min e 10seg do terceiro round
Até 55kg*: Carlos Tiziu venceu Ronaico Raio X por decisão unânime dos juízes laterais

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *