5 dicas para passar bem a guarda no Jiu-Jitsu, com Herbert Burns

Share it

Herbert Burns

 

Sem lutar no One FC desde setembro de 2015, no aguardo da merecida disputa de cinturão do peso pena, Herbert “The Blaze” Burns segue treinando normalmente, sem abandonar a prática usando o kimono.

Bicampeão brasileiro sem kimono pela CBJJ, o faixa-preta de Jiu-Jitsu irmão de Gilbert Durinho aproveitou seu ritmo de atividade e listou cinco ensinamentos que julga essenciais para quem gosta de maltratar o guardeiro. Confira as dicas e melhore o seu jogo por cima!

  1. Não pare na frente da guarda do adversário

Movimente-se sempre e evite as pegadas do guardeiro. Ataque e ataque até conseguir a passagem. Só “descanse” quando estiver no cem-quilos. Não é para amarrar, não. É somente para ganhar tempo e armar a finalização. A movimentação é o segredo para evitar as raspagens.

  1. Tenha boas pegadas

Pegada é muito importante para o passador, ela vai te dar o controle da situação. Com boas pegadas, você sempre manterá o guardeiro na defensiva. Faça com que seu adversário sinta-se pequeno, encurralado, pese bastante o quadril e observe sua postura. O pote de ouro está com ele e sua missão é pegar.

  1. Saiba usar a pressão

Use o seu peso corporal da forma certa, não perca seu equilíbrio. Tente sempre abraçar a cabeça do seu oponente, para poder usar seu ombro como arma de pressão. Não abra nenhum espaço. Faça uma pressão contínua até conseguir a passagem ou chegar na meia-guarda. Não se trata do quanto você pode ser forte, mas sim, dominar os pontos principais do guardeiro: pernas e quadril.

  1. Use a cabeça

A cabeça é parte importante na pressão. Use-a para pensar e para incomodar seu oponente, principalmente no peito, no queixo e no tatame, dependo da passagem que esteja utilizando: cruzando o joelho ou passagem da meia-aranha.

  1. Giro

Se estiver fazendo uma passagem de velocidade, geralmente passagens em pé, como a toureada e legdrag, de bastante giro. A missão é sufocar a guarda do seu oponente com ataques. Mantenha sempre os pés vivos para aumentar a sua velocidade e também manter o controle das pernas do guardeiro. Evite mudar o lado da passagem, pois você pode acabar ficando preso na guarda do seu oponente, sendo forçado a mudar sua técnica de passagem.

(Fonte: Assessoria de imprensa)

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *