Vídeo: O armlock voador que valeu ouro para o Brasil no judô

Share it

Não é só no Jiu-Jitsu que podemos presenciar grandes momentos com belas finalizações. A brasileira Rafael Silva, faixa-preta de judô, deu um perfeito exemplo disto na final do Grand Prix de Tbilisi, na Geórgia, nessa sexta-feira, dia 25.

A casca-grossa, pupila do faixa-preta de Jiu-Jitsu e judô Flávio Canto, encarou Nora Gjakova, atleta de Kosovo, na final até 57kg. Para levar o ouro pra casa, a fera pulou e mandou um belo armlock voador, para o delírio da torcida brasileira. Antes, Rafaela havia vencido todas as outras disputas por ippon.

Clique na imagem abaixo e confira o aéreo armlock de ouro de Rafaela Silva!

Ler matéria completa Read more
There are 21 comments for this article
  1. Rodrigo Amadeu at 2:26 pm

    Estrangulamento kkkkkk.. Aí esse comentarista quebra as pernas em kkk! E tbm não foi ippon e sim finalização, mesmo sendo no judô o correto é FINALIZACÃO . OSS. Parabéns pelo arm-lock ???? Ops.. Rafael ? É Rafaela não gente ?

  2. Jayme Pereira Nunes at 4:08 pm

    pqp.. o judo se tornou algo tao ridiculo (com todo respeito aos judokas) ao inves da mule ajoelhar pra defender e pressionar contra o plexo ela vai e levanta e tenta arrancar o braco na forca bruta.. tudo ao contrario.. putz.

    • Guará Matos at 2:14 pm

      Se vc respeitasse mesmo, não teria chamado o Judô de ridículo! Estude, conheça a Arte do Caminho Suave. Ou melhor: treine Judô. Depois diga se é ridículo mesmo! Creio que seu professor ou mestre não teria essa postura.
      E para finalizar, “sábia pessoa” eu sou faixa preta de Judô e agora, com 59 anos, estou no aprendizado da Arte Suave. Conhecimento é a base se tudo.
      Oss.

  3. Eduardo Toledo at 1:24 am

    Engraçado ver alguns comentários de "especialistas" da arte suave por aqui. Se é uma competição de judô, tem Zé ruela que, ao invés de elogiar a precisão do golpe da atleta brasileira, prefere desmerecer essa modalidade e querer ensinar como sair do armlock como se todo mundo sempre fizesse o que é certo durante os combates. Sou do jiu-jitsu há mais de 20 anos e aprendi que TODAS as artes marciais têm o seu valor e merecem respeito.

    • Guará Matos at 2:18 pm

      Bela resposta, guerreiro! E será que o “sábio” sairia mesmo? A questão é oportunidade, qualidade da técnica, velocidade e encaixe perfeito.

  4. Daniela Mello at 6:13 am

    Ao especialista que quis ensinar como sair do armlock e que por sinal se mostrou um enorme conhecedor das artes marciais…no judô geralmente quando se tira o adversário do solo o arbitro tende a interrompe a luta, portando não acredito que tenha sido uma forma bruta de se livrar do golpe e sim jogar conforme o jogo…mais como o colega em questão deve fazer um hitsurei perfeito; não leve em consideração o meu comentário.

  5. Altaides Isotton Junior at 9:36 pm

    Cara que comenta isso deve ser faixa branca. Como se fosse fácil defender golpe encaixado. Entao o cara deveria dar aula pro Jacaré que não conseguiu defender o armlock do Roger Gracie. Mas depois eu gostaria de assistir esse rola do mestre com o Jaca hehe

  6. Alexandre Kaveira at 3:45 pm

    APLICAÇÃO DE MATTE

    Quando um competidor retoma a posição de pé ou semi erguido da posição de Ne-waza suportando o seu oponente nas costas.
    Ta na regra !!!!
    o especialista não sabe nada kkkkkk

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *