Treino duro sem desculpas: o Jiu-Jitsu old school e a doutrina casca-grossa

Share it

p_40_225br

Na mais recente edição de GRACIEMAG, de número #225, nosso artigo de capa destaca 13 lições do chamado Jiu-Jitsu “old school”.

Se você ainda não garantiu sua revista nas bancas, convidamos a garantir a sua hoje mesmo, no caminho para a academia. Caso queira assinar ou adquirir números atrasados, mande um email para o sac@graciemag.com e saiba como fazê-lo.

Uma das bases dessa filosofia é a dita “doutrina casca-grossa”, que busca eliminar as desculpas tolas da vida do amante do Jiu-Jitsu. Ou como ensina a matéria de capa:

“Às vezes, ouvimos um praticante de Jiu-Jitsu dizer que não foi à academia porque estava fazendo muito frio no dia ou chovia torrencialmente. São desculpas intoleráveis dentro da filosofia old school. Só para a gente trabalhar com ‘parâmetros de disposição’, a maioria dos professores de Jiu-Jitsu old school é de uma época anterior ao profissionalismo do MMA. Naquele tempo, os desafios entre artes marciais distintas se chamavam vale-tudo. Lutadores subiam ao ringue sem patrocínio, vislumbrando uma bolsa baixíssima se comparada às de hoje (alguns participavam de graça). Lutavam sem limites de peso e de tempo. Muitas vezes disputavam campeonatos de vale-tudo em formato de GP, nos quais podiam fazer mais de três lutas numa mesma noite. Sem luvas!

“Se você treina numa academia que de alguma forma valoriza essa época, é preciso ter respeito a esses guerreiros do passado. Claro, não se trata de passar por provações tão tenebrosas. Porém, há um mínimo de atitudes a serem honradas, entre elas a disposição ao treino, a pontualidade, a dedicação, a raça durante os combates, o ímpeto em aprender, a lealdade ao mestre, a persistência e a resistência também.

“‘Academia de Jiu-Jitsu não é fábrica de confetes’, costuma dizer Fabio Gurgel. Apesar do bom-humor das palavras de Gurgel, leve a mensagem a sério. Deixe as desculpas esfarrapadas de lado e simplesmente vá treinar!”, incentiva o artigo.

A edição #225 de GRACIEMAG traz muito mais, claro: tem um Plano de Aula irado com as posições prediletas do campeão absoluto do ADCC 2015, Claudio Calasans. E apresenta uma entrevista emocionante com Tarcísio Jardim, que teve a sagacidade de superar um incêndio terrível em sua academia no Nordeste, levantou a cabeça, reconstruiu o dojô e ainda teve disposição para ser o campeão mundial absoluto master 1 de 2015.

Garanta já sua GRACIEMAG, sempre com uma lição a ser aprendida. Para saber como assinar com desconto, clique aqui.

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *