Holly Holm! Ronda Rousey cai dura no 2º assalto e professores analisam erros

Share it
Holly Holm vai para cima de Ronda Rousey no UFC 193. Foto: Divulgação

Holly Holm vai para cima de Ronda Rousey no UFC 193. Foto: Divulgação

O UFC 193 foi reservado para um grandioso estádio na Austrália do tamanho do susto que os fãs do MMA teriam, ao cabo do evento e da luta principal entre Ronda Rousey e a desafiante Holly Holm, pelo cinturão peso-galo.

Aos 34 anos e com 1,73m de altura, a longelínea e perigosa americana Holly Holm fez valer o poder de seus diretos e de sua canelada, e deixou Ronda abatida, estirada na lona do UFC, aos 59s do segundo assalto. Foi apenas sua terceira luta no Octagon de Dana White.

No primeiro round, Ronda não quis tocar as luvas – fruto da pesagem quente na véspera – e foi para cima. A campeã de judô até conseguiu se aproximar, fazer o clinche e ir para o chão, mas Holly se sacudiu para livrar-se de um bote nas costas e de um armlock. Em pé, no entanto, Ronda já sangrava no nariz.

Na segunda etapa, Ronda manteve o ímpeto e a tática de caçar Holm, mas o punho da desafiante a deixou grogue, logo no primeiro minuto. Enquanto Ronda recuava e procurava voltar a si, o chute que mais pareceu um míssil deu cabo então da grande rainha das finalizações.

Nas redes sociais de GRACIEMAG, dezenas de professores, atletas e treinadores comentaram a derrota de Ronda. “Você não deve caçar uma striker desse nível”, opinou Bruno Tanque, professor da Soul Fighters. “Especialmente se você é a campeã. O mais inteligente seria aguardar a desafiante tomar a iniciativa, e não ir para cima e dar brechas”.

Que o UFC marque logo a maior revanche da história do MMA feminino. E Deus salve a nova rainha.

UFC 193
Melbourne, Austrália
14 de novembro de 2015

Holly Holm nocauteou Ronda Rousey a 59s do 2R

Joanna Jedrzejczyk manteve o cinturão peso-palha ao vencer Valérie Létourneau na decisão unânime dos jurados

Mark Hunt nocauteou Antônio Pezão aos 3min51s do 1R

Robert Whittaker derrotou Uriah Hall na decisão unânime

Jared Rosholt venceu Stefan Struve na decisão unânime

Card preliminar


Jake Matthews venceu Akbarh Arreola por interrupção médica no R2
Kyle Noke nocauteou Peter Sobotta aos 2min01s do 1R

Gian Villante nocauteou Anthony Perosh aos 3min56s do 1R

Danny Martinez venceu Richie Vaculik na decisão unânime

Dan Kelly derrotou Steve Montgomery na decisão unânime

Richard Walsh venceu Steve Kennedy na decisão unânime

James Moontasri nocauteou Anton Zafir aos 4min36s do 1R

Ben Nguyen finalizou Ryan Benoit com um mata-leão aos 2min35s do 1R

Ler matéria completa Read more
There are 11 comments for this article
  1. Isaias Moraes at 5:25 pm

    No ângulo do marketing, foi bom ela ter perdido. Mais "trocadoras " e boxers vão correr atrás do cinturão!
    Outras vão tentar fazer nome em cima da Ronda tbm etc vai gerar muita luta casada legal para ser visto! Não apoio um revanche imediata.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *