Jiu-Jitsu de graça para crianças e adolescentes estudantes, no Rio

Share it
Luciano Pirulito oferece Jiu Jitsu gratis

Luciano Pirulito: aposta no futuro do Jiu-Jitsu nas comunidades cariocas. Foto: Divulgação

“Verás que um filho teu não foge à luta”. O trecho do Hino Nacional remete bem ao principal objetivo do projeto Jiu-Jitsu LM, desenvolvido pelo faixa-preta Luciano Mendes. Por iniciativa do professor conhecido popularmente como Pirulito, a escola está oferecendo aulas gratuitas, em Vila Valqueire, zona oeste do Rio de Janeiro, a 50 alunos da rede pública que comprovarem frequência escolar e boas notas.

Além de afastar das drogas crianças e adolescentes com idade entre 7 e 15 anos, ensinando-lhes a arte milenar do Jiu-Jitsu, o projeto social serve como ponte para mudança de vida, uma vez que agrega valores, cultura e disciplina aos praticantes. A matrícula poderá ser feita no Valqueire Tênis Clube (Rua Miosótis, 53).

Aluno de Laerte Barcelos, o carioca Luciano Mendes comentou sobre a ideia com o GRACIEMAG:

“Muitos jovens não têm acesso ao Jiu-Jitsu devido aos custos das mensalidades e do kimono. O espaço adequado já temos; a ideia é criarmos parcerias para proporcionarmos a prática de uma das artes marciais com o maior número de adeptos no Brasil”, afirma o faixa-preta.

“Complementamos as aulas com disciplinas fora do dojô, afinal, não basta executar os movimentos corretamente, mas também é necessário entender as normas. Então, recomendamos a leitura do livro de regras desenvolvido pela Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu e exigimos a compreensão dos pontos durante a luta”, explica Luciano, que pertence ao quadro de árbitros da CBJJ.

Ler matéria completa Read more
There are 2 comments for this article
  1. Paulo Carvalho at 11:50 am

    Em Taubaté-SP existe o projeto Leões do Vale Jiu Jitsu que faz o mesmo trabalho com crianças, adolescentes e adultos. Hoje somos em média de sessenta praticantes da arte suave. Estamos fazendo a nossa parte. OSS!

  2. Adriana at 5:58 pm

    Meu pai, Sergio Velho, também tinha um projeto social com esse mesmo objetivo. Conseguiu afastar mtos jovens do tráfico e mostrar o mundo do esporte. Uma pena o projeto não ter continuado mas feliz em saber que o projeto existe em outros locais com pessoas qualificadas como o prof. Pirulito!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *