Após cair de skate e mudar para a Atos, Hulk celebra ouro absoluto na faixa-preta

Share it
Lucas Hulk tenta finalizar o adversário no pé. Foto: mmawin

Lucas Hulk tenta finalizar o adversário no pé. Foto: mmawin

Agora novo integrante da equipe Atos, o jovem faixa-preta Lucas “Hulk” Daniel usou seus poderes e técnicas para vencer o meio-pesado e o absoluto sem kimono do Dallas Open de Jiu-Jitsu, no último fim de semana.

No estado do Texas, Lucas primeiro bateu na trave na competição com kimono, e ficou apenas com o bronze no absoluto, no sábado. No domingo, porém, Hulk voltou forte e não deixou as duas medalhas douradas escapar.

“Senti-me um pouco tenso no primeiro dia, pelo fato de ser meu primeiro Open como faixa-preta. Estava há uns dois meses sem lutar e só queria fazer uma boa exibição. Então, pesou um pouco. Mas no domingo só pensei em ir lá lutar, dar meu máximo e me divertir. Entrei sem pressão nenhuma, isso me fez ir melhor e lutar mais calmo. A tranquilidade me fez ter uma boa atuação”, contou o atleta de Roraima em papo com o GRACIEMAG.com, antes de comentar como venceu Tasso Oliveira (Club Pina) na final do absoluto.

“Meu adversário era muito bom de wrestling, então, tive de ser bem cauteloso em relação a minhas quedas e defesas. Foi dureza, mas consegui derrubar numa contra-queda e finalizar na chave de pé reta”.

Tendo se mudado há menos de um mês para San Diego, Califórnia, Hulk falou do aprendizado que vem colhendo com o astro André Galvão.

“Estou aprendendo muito. Aqui tem muito cara duro, e de diferentes estilos, o que me ajuda bastante. Cinco dias antes do campeonato em Dallas, machuquei o joelho andando de skate e até pensei em desistir de lutar. Uma das primeiras dicas do André foi para eu comprar uma bicicleta [risos]. Estou feliz de estar aprendendo com ele, o Galvão tem muito a ensinar. Em nossas conversas, ele disse que preciso apenas lapidar algumas coisas, como minhas quedas e as passagens de guarda pulando, ao estilo do Rodolfo Vieira”, encerrou o campeão.

Ler matéria completa Read more
There are 2 comments for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *