Sertanejo detalha raspagem e finalização em Yves Jabouin no UFN 74

Share it
Sertanejo aplica o armlock. Foto: Jeff Bottari/Zuffa LLC/Zuffa LLC

Sertanejo aplica o armlock. Foto: Jeff Bottari/Zuffa LLC/Zuffa LLC

A primeira luta de Felipe Sertanejo fora do Brasil pelo UFC não poderia ter tido saldo melhor. Em sua estreia pelo peso-galo, nesse domingo, dia 23 de agosto, no UFC Fight Night 74, realizado no Canadá, o paulistano finalizou Yves Jabouin no armlock ainda no primeiro round. De quebra, com sua quarta vitória no octógono em oito lutas, ainda faturou o bônus da noite, no valor de 50 mil dólares

Formado pela Chute Boxe, tradicional equipe de muay thai, Felipe chegou a dizer antes da luta que imaginava que o duelo contra Jabouin pudesse acabar indo para o chão.

“Treinei muito ataque de braço a semana toda, tanto por cima, quanto por baixo. Estou treinando cada vez mais meu Jiu-Jitsu para, se cair no chão, eu não me preocupar”, explica Felipe.

Antes de liquidar Jabouin, no entanto, Sertanejo passou por certa dificuldade durante o primeiro assalto. O brasileiro foi derrubado pelo adversário logo no início do duelo, e vinha sofrendo com o ground and pound durante boa parte dos quatro minutos iniciais, mas o Jiu-Jitsu entrou em cena.

“Ele entrou com a queda no tempo certo e não deu nem tempo de pensar. Eu não quis amarrar e tentar segurar a pressão até o fim do round, até porque, lá dentro, a gente não tem muita noção do tempo que falta”, comenta o lutador, antes de analisar a posição: “Tentei encaixar o triângulo primeiro, mas ele saiu bem, então, vi que ele não era tão leigo no chão. Depois, fugi um pouco o quadril e vi que ele não deu uma ‘posturada’, ele entrou para dentro, e foi aí que resolvi atacar o braço. Busquei a perna e consegui fazer a raspagem para cair com a chave de braço encaixada”.

UFC Fight Night 74

Saskatoon, Canadá

23 de agosto de 2015

Max Holloway venceu Charles do Bronx por desistência a 1min39s do 1R
Neil Magny venceu Erick Silva por decisão dividida dos jurados
Patrick Cote nocauteou Josh Burkman a 1min26s do 3R
Francisco Massaranduba nocauteou Chad Laprise aos 2min43s do 1R
Olivier Aubin-Mercier venceu Tony Sims por decisão unânime dos jurados

Valerie Letorneau venceu Maryna Moroz por decisão unânime dos jurados
Frankie Perez nocateou Sam Stout aos 54 segundos do 1R
Felipe Arantes finalizou Yves Jabouin no armlock aos 4min21s do 1R
Nikita Krylov finalizou Marcos Rogerio Pezão no mata-leão aos 2min29s do 1R
Chris Kelades venceu Chris Beal por decisão dividida dos jurados
Shane Campbell venceu Elias Silvério por decisão unânime dos jurados
Misha Cirkunov nocauteou Daniel Jolly aos 4min45s do1R

Ler matéria completa Read more
There is 1 comment for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *