UFC: Do Bronx explica lesão e Sertanejo prova eficiência do Jiu-Jitsu

Share it
Charles contra Max. Foto: UFC

Charles contra Max. Foto: UFC

O UFC Fight Night 74, realizado no último fim de semana em Saskatoon, no Canadá, tinha tudo para ser especial. Mas a luta principal entre Max Holloway e Charles Oliveira não se prolongou, como os fãs esperavam. Ainda no primeiro assalto, o faixa-preta de Jiu-Jitsu lesionou o pescoço ao atacar a perna de Holloway.

“Venho pedir desculpas a todos que torceram e me ajudaram no meu treinamento para essa luta, mas infelizmente a minha lesão no pescoço não me permitiu mostrar para o mundo onde posso chegar. Vou voltar dez vezes mais forte, podem ter certeza. Desculpem-me”, postou Charles, em suas redes sociais.

No coevento principal, Neil Magny anulou Erick Silva e voltou a vencer no UFC, após derrota para Demian Maia no UFC Rio, no início do mês. Durante os três assaltos, Magny atuou na pressão, derrubou e prendeu o brasileiro na grande. Erick, por sua vez, tentou alguns golpes plásticos. Mas não teve sucesso nas posições e perdeu na decisão dividida dos jurados.

Jiu-Jitsu em alta

Sertanejo aplica o armlock. Foto: Jeff Bottari/Zuffa LLC/Zuffa LLC

Sertanejo aplica o armlock. Foto: Jeff Bottari/Zuffa LLC/Zuffa LLC

Agora na categoria dos galos, Felipe Arantes tratou de usar o Jiu-Jitsu para vencer. Depois de ser derrubado por Yves Jabouin, o atleta da Chute Boxe provou o valor do quadril e da guarda aberta. Por baixo, o popular Sertanejo movimentou o quadril e finalizou o adversário num justo armlock aos 4min21s do primeiro assalto.

UFC Fight Night 74

Saskatoon, Canadá

23 de agosto de 2015

Max Holloway venceu Charles do Bronx por desistência a 1min39s do 1R
Neil Magny venceu Erick Silva por decisão dividida dos jurados
Patrick Cote nocauteou Josh Burkman a 1min26s do 3R
Francisco Massaranduba nocauteou Chad Laprise aos 2min43s do 1R
Olivier Aubin-Mercier venceu Tony Sims por decisão unânime dos jurados

Valerie Letorneau venceu Maryna Moroz por decisão unânime dos jurados
Frankie Perez nocateou Sam Stout aos 54 segundos do 1R
Felipe Arantes finalizou Yves Jabouin no armlock aos 4min21s do 1R
Nikita Krylov finalizou Marcos Rogerio Pezão no mata-leão aos 2min29s do 1R
Chris Kelades venceu Chris Beal por decisão dividida dos jurados
Shane Campbell venceu Elias Silvério por decisão unânime dos jurados
Misha Cirkunov nocauteou Daniel Jolly aos 4min45s do1R

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *