Rousimar Toquinho protesta: “Não aceito ser chamado de lutador sujo”

Share it
Toquinho explicou a situação. Foto: Carlos Arthur Jr.

Toquinho explicou a situação. Foto: Carlos Arthur Jr.

No último sábado, 1º de agosto, Rousimar “Toquinho” Palhares finalizou Jake Shields na kimura na luta principal do WSOF 22, mas ficou em evidência novamente a sua mania de segurar a finalização nos adversários. (Relembre aqui).

Depois de perder o cinturão e ficar afastado por tempo indeterminado, o faixa-preta de Jiu-Jitsu divulgou hoje sua opinião, em comunicado por meio de sua assessoria. Confira e comente: você está do lado de Toquinho?

“Primeiramente, gostaria de expor minha opinião no que se refere ao profissionalismo e fair play. Falta de profissionalismo e fair play, para mim, é quando um adversário passa semanas dando declarações na mídia de que buscaria me lesionar seriamente a qualquer custo. Acredito que existam várias maneiras de se promover uma luta, mas não devemos jamais incentivar a violência em troca do ódio, o mundo já está cansado de guerras. Se queremos que o MMA seja um esporte, atitudes como essa deveriam ser coibidas para promovermos valores positivos, como todos os esportes profissionais e olímpicos fazem.

“Na minha concepção, falta de profissionalismo e fair play teve o meu oponente que me deu um soco no rosto propositadamente ao término da luta e arremessou sobre mim objetos enquanto enquanto eu concedia uma entrevista à equipe do USA Tosay Sports falando a respeito da minha vitória. Além disso, foi inconcebível o fato de seus treinadores/córners tentarem invadir o cage para me agredir deliberadamente.

“A mistura de todas as artes marciais que envolvem o MMA, muitas vezes não permite que o grande público tenha total conhecimento sobre a complexidade dos movimentos que nós lutadores fazemos dentro do cage. Durante a luta, Shields e eu passamos por diversos momentos de disputa de posições na luta agarrada, minha consciência é plena de que, se meus dedos atingiram os olhos do meu adversário, em momento algum foi algo intencional. Além disso, por diversas vezes o queixo do Shields atingiu meus olhos, simplesmente estávamos competindo por cada espaço, cada centímetro.

“É muito comum no MMA, por erro de cálculo, o atleta ser atingido por chutes nas partes genitais, assim como nos olhos, invariavelmente. Lembro a vocês que, em nenhum momento da luta, Shields solicitou auxílio médico ou um tempo para recuperar-se de uma possível lesão causada pelo meu dedo, o que poderia até ter terminado o combate como um No Contest.

“Não julgo correto o Shields justificar uma derrota legítima com esse argumento. Todo atleta de MMA, deve saber respeitar a vitória e a derrota, e não tentar polemizar situações que não tiveram interferência nenhuma no resultado da luta.

“Me dediquei muito nos treinos para esse combate, e não arriscaria nada para colocar em dúvida minha vitória e meu cinturão. Simplesmente, fiz o meu trabalho e finalizei um atleta que nunca na carreira havia sofrido este tipo derrota. O surpreendi com uma kimura num movimento bastante técnico, que muitos não imaginariam que poderia acontecer. Isso sim, é o que deveria ser exaltado pela mídia.

“Com relação ao tempo para soltar a finalização, isso é algo que tenho trabalhado bastante, sou humilde o suficiente para assumir as coisas que preciso melhorar. Porém, entendo que o árbitro poderia estar mais bem posicionado e ter interferido de uma melhor forma.

“Não sou uma pessoa maldosa, caso fosse poderia ter, de fato, quebrado o braço do Shields. Tenho força suficiente para o tal, no entanto, com cerca de 1,06 segundos após o contato do árbitro tive o reflexo de liberar a finalização e comemorar a vitória. Cada atleta tem uma adrenalina diferente, é nítido no vídeo o movimento de reflexo do meu corpo ao sentir o toque do juiz, não continuei a aumentar a pressão ou ajuste no golpe, simplesmente larguei o braço.

“Já passei por muitas situações difíceis na minha vida pessoal e esportiva. Tenho mais de 20 lutas na carreira, e ninguém nunca nomeará um único adversário que quebrou o braço ou a perna lutando comigo, nunca encerrei a carreira de ninguém por lesão. Jamais deixei ninguém cego, ou enfiei o dedo propositadamente nos olhos de um adversário. Isso é real, são fatos.
“Alguns veículos adoram um vilão, seja um falastrão estilo bad boy, ou alguém para ser rotulado como o lado perverso, o lado obscuro, no melhor estilo dos filmes de Hollywood, mas esse personagem não sou eu, não sou ator de filme de terror, sou apenas um atleta que ama o Jiu-Jitsu. Infelizmente, o fato de não dominar o inglês, não permite que minha visão acerca do assunto seja externada para desmistificar essa imagem que não condiz com os valores que prezo na vida.

“Não concordo com a decisão de ser suspenso e punido com a perda do cinturão, mais tenho que aceitar. Estamos sujeitos a isto quando assinamos um contrato para participar de um show . O que não aceito é estar sendo chamado de lutador sujo. Durante toda minha preparação para esta luta, Shields falou muitas coisas sobre mim e minha família, além de se aproveitar inúmeras vezes do fato de eu não falar inglês para gerar um clima de animosidade . Por muitas oportunidades, as pessoas mais próximas de mim não me falavam sobre esses insultos, para que eu não perdesse a minha concentração. Este tipo de atitude, sim, é uma coisa suja. Usar isso para promover um combate é lamentável. Ele já sabia que iria perder e tentou de todas as formas me atingir. No decorrer de nossa luta, dei todas as oportunidades para ele mostrar suas habilidades no Jiu-Jitsu, mas ele não fez nada e, como sempre, só amarrava a luta.

“Para finalizar, gostaria de dizer ao Sr. Shields que não é necessário todo esse drama para ter uma revanche. Eu aceito qualquer desafio com você. Desta vez, não te darei oportunidades para reclamar, pois vou te nocautear”.

Ler matéria completa Read more
There are 27 comments for this article
  1. Alexandre Watanabe at 7:59 pm

    Nao podemos crucificar o Toquinho.Já vi várias lutas,inclusive com o Murilo Bustamante,em que o adversário bateu,o juiz nao viu,o cara soltou o golpe,e o cara diz que não bateu.Se tivesse quebrado ou deslocado o braço do Shields,ai sim…Ficadica.Oss

  2. Luiz Gustavo Garcia at 8:47 pm

    Caio Felipe "Depois de perder o cinturão e ficar afastado por tempo indeterminado, o faixa-preta de Jiu-Jitsu divulgou hoje sua opinião, em comunicado por meio de sua assessoria… "
    Nesse caso, quem escreveu o texto foi sua assessoria… Ele pode ter dito o que queria escrever, porém, não foi ele que escreveu.

  3. Andre Bueno at 9:46 pm

    Nao tem oq ele falar.. depois do arbitro interferir ele ainda segurou mais 1s. O tempo de reaçao de um lutador do nivel dels eh muito menor que isso… nao eh a primeira vez qe ele faz dessas ai…

  4. Chrîs Tiano at 10:59 pm

    O Touquinho nao merece certas criticas e atitudes para com ele.
    Temos q apoiar e defender o cara pq se ele tem o nivel q tem no jiu e tem dificuldade em equilibrar certas coisas não são os gringos que vão se importar com isso …
    O grande lance é oq o professor do comentario ali disse, o próprio Murilo mestre dele já sofreu contratempo do cara negar ter batido, e perder uma finalização…
    É muito facil sair falando q o cara nao sabe nem falar ou escrever, e querer condena-lo por isso.

  5. Pedro de Oliveira at 5:52 am

    Foi maldoso e pronto. Todo mundo que luta jiu jitsu sabe quando a chave ou o estrangulamento pega, por mais duro que seja o adversário. Esse mesmo cara que luta, sabe quando o adversário está prestes a dar os três tapinhas e já se prepara pra soltar, assim que o adversário desiste. Em se tratando de MMA, o lutador sente os tapas do adversário e sente também a interferência do juiz, sendo beeeeem menor que 1 segundo o tempo de reação e a liberação da chave. O Toquinho, se continuar assim, daqui a pouco terá que procurar outra profissão. Vai uma dica: nem todo mundo é tão ingênuo quanto você acha, portanto, arrume outra desculpa para suas chaves prolongadas.

  6. Deni Santos at 2:49 pm

    assiti a luta, e voltei umas tres vezes, foi proposital não da pra defender ele neste quesito por , mais que jake shields tivesse o provocado antes da luta sabemos que isso e normal, faz parte pra vender a luta ele como lutador profissional mostrou que não tem equilibrio nenhum , nao sou ninguem pra ciritcar outra pessoa , so esponho o que eu vi como adimirado do esporte

  7. Tales Rottini at 5:05 pm

    Por trás desse discurso humilde, que a meu ver, tem mais palavras da assessoria que do próprio Toquinho, existe um cara com um histórico enorme de causar lesões em adversários e companheiros de treino. Quem treina e principalmente ama o Jiu-jitsu aprende nas primeiras aulas a importância de soltar imediatamente o golpe quando o adversário bate. Lamentável!

  8. Felipe Morais at 6:57 pm

    Não quero ficar defendendo ele…mas ele encaixou a posição…o cara não bateu…o juiz mandou parar…a luta voltou pra posição em que estava…e ele acabou finalizando o cara…soltou a posição logo que o cara bateu…não vi sujeira nessa luta…e nem que ele ficou segurando a posição…

  9. Hani Kanafane Hassan at 6:14 am

    Por mais que o adversario seja pela saco e merecesse, o problema todo e que o Toquinho e reincidente. Todo mundo sabe que isso e do feitio dele, e isso e SIM uma coisa suja. Todos nos sabemos o quao ruim e se machucar e nao poder voltar no dia seguinte para treinar, por isso ha a desistencia. Se o adversario desiste reconhecendo que voce venceu, nao ha porque segurar o golpe.

  10. Mathieu Grazzini at 3:19 pm

    Toquinho é reincidente nesse tipo de atitude já lecionou diversos lutadores com chave de calcanhar que bateram e ele continuou a torção , na minha opinião isso mostra um total despreparo do atleta que lecionou com gravidade diverços lutadores nacionais e internacionais !
    Na minha opinião deve ser banido do esporte até ter equilíbrio mental e ética !

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *