Templo do Jiu-Jitsu, academia Carlson Gracie deve fechar e virar igreja

Share it
O saudoso mestre Carlson Gracie. Foto: Acervo

O saudoso mestre Carlson Gracie. Foto: Acervo

É como o fechamento do Canecão para os músicos, ou o bota-abaixo da casa de Machado de Assis, para os fãs do escritor. Mas é pior.

Cerca de dez anos após a morte do grande mestre que a liderou por décadas e décadas de glórias esportivas, a academia Carlson Gracie, no terceiro andar da rua Figueiredo Magalhães, número 414, está para fechar as portas. A escola fundada por Carlson ajudou a tirar centenas e centenas de moleques da pobreza e do mau caminho, em quatro décadas de existência.

A viúva do mestre, dona Marly Gracie, com problemas de saúde, não se sente mais em condições de administrar a academia, considerado um verdadeiro templo por muitos alunos e fãs de Carlson Gracie, falecido em 2006. Foi lá, por exemplo, que Rolls Gracie também ensinou seus alunos, antes de falecer em 1982.

Com o afastamento de dona Marly, o dono do espaço, que foi aluno e amigo de Carlson e mantinha o aluguel a 2 mil reais, cedeu às propostas de uma igreja, que promete pagar 7 mil reais mensais pelo uso do lugar.

O famigerado Carlson Gracie Team Foto Divulgacao

Parte do famigerado Carlson Gracie Team, numa de suas inúmeras formações. Foto Divulgação

“O Zé Paulo (dono do lugar) não conseguiu manter mais o preço que fazia para dona Marly, por consideração e amizade à família”, disse o professor Ari Galo, que ensinava pela manhã na academia. “Ele queria que continuássemos ensinando Jiu-Jitsu no lugar, mas o aluguel subiu demais. Se um empresário aparecesse com vontade de investir no espaço, a academia poderia até continuar”.

Por enquanto, o clima é de despedida. O último grande treino de despedida do clássico dojô que formou tantos campeões está marcado: 25 de agosto, às 19h.

Ler matéria completa Read more
There are 18 comments for this article
  1. Pedro O H Cesar at 9:29 pm

    Um patrimônio histórico do Rio de Janeiro, do Brasil e da Humanidade. Depois de todo o trabalho realizado pelo Mestre Carlson Gracie o governo do Estado / Município poderia criar ali um núcleo de esportes olímpicos e marciais tendo a Jiu-Jitsu como referência. Quantas crianças e jovens poderiam se beneficiar ? Quanto retorno daria ter uma geração focada no esporte e nas lutas ? Uma academia que sempre foi de qualidade internacional. Acredito que não podemos perder nosso passado e nossa memória. Por tudo que essa academia representa. Se fosse no Japão,EUA…A história seria outra ! (The Pedro)

  2. Eduardo Ferreira at 10:09 pm

    Kd os ex alunos da Carlson Gracie famosos?? Que não conseguem se mobilizar para garantir o espaço e usar como museu!!! Agora e a hora de honrar o mestre que lhe deram a oportunidade de conhecer o jiu jitsu e que hoje em dia vcs ganham muito dinheiro com o esporte!!

  3. Guilherme De Souza Bernardo at 10:35 pm

    E uma Lena, um lugar como esse n poderia se perder assim, afinal de contas , boa parte de nossos melhores lutadores, inclusive campeão mundial de jiujitsu e de MMA saiu desse dojo, infelizmente essa e a realidade, Wallid e Belfort poderiam ajudar com isso, nada mais que justo pois nasceram pró mundo ali.

  4. Marco Dias at 2:02 am

    Comecei a treinar na academia do Mestre Carlson com 7, 8 anos… Ficarão as boas lembranças e o convivio com o simbolo do esporte e que tive o prazer de conviver.

  5. Alberto Santos at 4:31 am

    Professores que aí estão dando aulas deveriam tentar fazerem alguma coisas em pro deles mesmos….Afinal eles os mais novos em exerção do Saporito que já tá aí nessa Gracie batalha a muito tempo mantendo junto com D.Marly Gracie…

  6. Rio Corporation at 4:40 pm

    Cara, a primeira coisa que você deveria fazer mesmo sem ganhar na Mega é procurar uma escola para se alfabetizar !!! Um indivíduo que numa frase escreve praticamente metade das palavras absurdamente erradas deveria ter vergonha de escrever em público !!!

Deixe um comentário para Leandro Chambarelli Cancel comment reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.