10 dicas de treino para você progredir de vez no Jiu-Jitsu, com Gregor Gracie

Share it
Gregor Gracie por John Lamonica

Gregor Gracie em foto por John Lamonica.

Em artigo impresso recentemente em GRACIEMAG (edição #218), o professor e competidor carioca Gregor Gracie listou dez lições que gostaria de ter escutado quando ainda era um iniciante.

O campeão de Jiu-Jitsu elegeu a disciplina como o fator número um para você chegar mais longe nos treinos. Numa das dicas, publicadas na seção Página Branca, Gregor ensinou, ainda: “A vitória tem muitos pais, mas a derrota é quase órfã”.

Confira os dez ensinamentos do Gracie e ótimos treinos! Para assinar a revista de Jiu-Jitsu mais clássica do planeta e ler artigos assim em primeira mão, clique aqui.

1. “Treine a disciplina. Este é o primeiro e principal fator, pois sem ela não dá para chegar a lugar nenhum. Muitas pessoas e atletas bem sucedidos acreditam em métodos diferentes de treino, de dieta, de estilo, mas ninguém jamais alcançou o topo sem ser disciplinado. No caminho do praticante sempre vão aparecer barreiras, dúvidas, decepções. É um trajeto longo, mas muitos já o percorreram, e sempre foi longo para todos. Com disciplina você também chega lá.”

2. “Acredite em você. A parte psicológica é crucial para o atleta, principalmente num esporte individual e de contato. Não importa contra quem ou onde você lute, acredite em si. Aprenda com as lições de quem lutou ali antes de você, seja pessoalmente, em filmes, livros ou documentários. Li recentemente o livro do treinador Bernardinho, do vôlei, “Transformando suor em ouro”. Gosto de fazer anotações nos trechos interessantes, e de vez em quando releio para me manter motivado.”

3. “Você pode melhorar no Jiu-Jitsu rolando com todo mundo, do faixa-branca ao preta. Ao treinar com um cara menos graduado, procure aplicar uma posição nova, ou então deixe o oponente encaixar uma finalização e tente sair. Outro modo eficaz de treinar é traçar uma meta, por exemplo: só vou finalizar no triângulo. Crie dificuldades e melhore diariamente.”

4. Teste-se em outras modalidades. Sempre gostei de treinar outras lutas, principalmente judô e wrestling. Novos aprendizados sempre ajudam o lutador  e não for uma posição específica, ao menos sua base vai melhorar muito. Saia de sua zona de conforto e seja mais exigido, mental e fisicamente. No fim, isso sempre acaba somando para você ser um lutador mais completo.”

5. “Malhação é importante. Sempre odiei malhar, mas aprendi do pior jeito como a musculação é vital: me machucando várias vezes. Mesmo que você não pense em ficar forte, malhar é importante para prevenir lesões e para se recuperar mais rapidamente de um treino para outro.”

6. “Cuidado com o corpo. Todo atleta depende do corpo para trabalhar, então cuide muito bem dele, com dieta e descanso. Sempre tive uma dieta boa e saudável, com pelo menos uma refeição de frutas por dia e uma noite de sono de oito horas no mínimo. Quando a gente é jovem pode dormir duas horas que no dia seguinte está zero, pronto para treinar cinco horas se preciso. Porém, conforme a idade vai chegando, a falta de repouso vai pesando. Se você quer treinar mais e curtir o Jiu-Jitsu até ficar velho, poupe energia e descanse bem.”

7. “Você pode ser seu melhor professor. Ao treinar, procure pensar no que está acontecendo. Por que você não conseguiu defender aquela posição? Por que o cara surpreendeu você? Assim, na próxima vez em que você se encontrar na mesma posição, você vai poder tentar outra coisa, um novo detalhe. Pode ser que você não consiga evitar aquele golpe na próxima, pode ser que demore cem vezes, mas a cada cem vezes é preciso tentar um antídoto novo, até que você arrume a defesa.”

8. “’A vitória tem muitos pais, a derrota é quase órfã’. A competição é o resultado do seu treinamento e dedicação, mas nem sempre o melhor ganha e o pior perde. Já ganhei lutas que deveria ter perdido, e perdi quando deveria ter ganho. O grande erro é achar que está tudo errado ao perder e querer mudar inteiramente o treinamento. É preciso analisar com calma o que mudar, pois muitas vezes basta continuar tentando. Outro erro é o cara ser campeão e achar que agora é só manter, sem se superar mais. Analise seus treinos com sabedoria, ao ganhar e perder.”

9. “Tenha uma tática. O lutador deve ter um jogo e uma estratégia de luta, mas não deve se limitar a esse jogo apenas. O Jiu-Jitsu é infinito! Procure ser completo, ao jogar por cima, por baixo, praticando vários tipos de guarda e atacando de variadas maneiras. Se você já passou por aquilo antes, vai se sentir confortável quando acontecer de novo.”

10. “Procure ajudar nas aulas. Desde juvenil eu ajudava no treininho das crianças, e assim foi até começar a dar aulas aqui na academia do Renzo em Nova York. Isso me fez um lutador mais técnico, pois muitas vezes eu mostrava uma posição e um aluno perguntava por que a pegada era aqui ou era ali. Isso me fazia pensar na posição e na resposta. E aí passei de apenas saber a fazer a posição para entender a posição e o Jiu-Jitsu.”

Curtiu os macetes de Gregor? Qual foi a sua dica favorita?

Ler matéria completa Read more
There are 7 comments for this article
  1. Pingback: 10 dicas de treino para você progredir de vez no Jiu-Jitsu, com Gregor Gracie | Koral Fight CO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *