Retrospectiva: o estilo de 5 faixas-marrons campeões mundiais em 2015

Share it
Edwin fechou o ciclo na faixa-marrom com estilo. Foto: Ivan Trindade/GRACIEMAG

Edwin fechou o ciclo na faixa-marrom com estilo. Foto: Ivan Trindade/GRACIEMAG

Não foi apenas o campeão superpesado e absoluto Mahamed Aly (Lloyd Irvin) que fez barulho na faixa-marrom no Mundial de Jiu-Jitsu 2015. O evento da IBJJF também consagrou outros faixas-marrons que podem vir a fazer barulho como competidores da elite. Com a competição dos marrons realizada no sábado, dia 30 de maio, juntamente com o absoluto faixa-preta, relembramos agora alguns dos principais destaques do evento realizado na Pirâmide de Long Beach, na Califa.

Conheça o estilo de campeões mundiais na marrom em 2015. Quem foi seu atleta favorito no último Mundial de Jiu-Jitsu?

1. Edwin Najmi (GB)

O peso leve Edwin Najmi fechou o seu ciclo na faixa-marrom em grande estilo, após vencer seis lutas – com direito a triângulo voador e tudo. Após conquistar o ouro, ao vencer Wellington Luís (Cícero Costha) na decisão da arbitragem, Edwin vibrou muito. No pódio, recebeu a faixa-preta das mãos do seu professor Rominho Barral.

2. Yan Lucas “Pica-Pau” (GB)

O faixa-marrom Yan Lucas “Pica-Pau” (Gracie Barra) ficou com o ouro no peso-pena, após vencer o monstrinho Isaac Doederlein (Alliance) na final por dois pontos, em luta eletrizante. Antes disso, Pica-Pau precisou superar quatro oponentes. Olho nas quedas e na passagem de guarda do garoto.

3. Michael Musumeci (ATT)

O jovem Michael Musumeci (ATT), 18 anos, confirmou o favoritismo no peso-pluma. Depois das vitórias marcadas por muito berimbolo, o irmão de Tammi Musumeci foi graduado faixa-preta por Gilbert “Durinho” Burns. Merecido!

4. Lucas Hulk (Marcio Rodrigues)

O roraimense Lucas Daniel (Marcio Rodrigues) foi o destaque no marrom meio-pesado, ao vencer Ruan Marques (Soul Fighters) numa guerra, na final. O popular Hulk é forte e técnico, e adora derrubar os oponentes. No absoluto, numa guerra com cara de final antecipada, perdeu para o eventual campeão Mahamed Aly na primeira rodada.

5. Paul Ardila-Ibarra (Alliance)

A Alliance apresentou ao mundo mais um atleta promissor no pesadíssimo. Desta vez, Paul Ibarra foi o campeão, ao vencer o sempre perigoso Igor “Tigrão” (Cícero Costha) na final.

Logo Storm Strong

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *