Mundial de Jiu-Jitsu: os campeões mundiais faixa-preta em 2015

Share it
Xande Ribeiro conquistou seu sétimo título mundial de Jiu-Jitsu. Foto: Ivan Trindade/GRACIEMAG

Xande Ribeiro conquistou seu sétimo título mundial de Jiu-Jitsu. Foto: Ivan Trindade/GRACIEMAG

O 20° Mundial de Jiu-Jitsu entrou para a história, neste domingo 31 de maio.

Além dos campeões, a disputa coroou a Alliance por equipes, com seu décimo troféu.

Veja quem se sagrou campeão em Long Beach, na Califórnia.

Absoluto: Bernardo Faria venceu Alex Trans por W.O. (contusão no joelho ocorrida nas quartas do peso)

 

Galo: Bruno Malfacine venceu João Miyao por 2 a 1 nas vantagens, após 8 a 8 no placar

Pluma: Paulo Miyao estrangulou Daniel Beleza pelas costas aos 3min30s

Pena: Rafael Mendes berimbolou Rubens Cobrinha e venceu por 6 a 0

Leve: Michael Langhi venceu Lucas Lepri (fechamento)

Médio: Claudio Calasans venceu Vitor Oliveira por 8 a 4

Meio-pesado: Leandro Lo venceu Tarsis Humphreys por 7 a 0

Pesado: Xande Ribeiro venceu Lucas Leite por 4 a 2

Superpesado: Bernardo Faria venceu João Gabriel por 8 a 2

Pesadíssimo: Gabriel Fedor venceu Ricardo Evangelista por 3 a 2 nas vantagens (0 a 0)

Feminino

Absoluto: Dominyka Obelenyte venceu Monique Elias por 6 a 2

Pluma: Rikako Yuasa venceu Gezary Matuda por 3 a 2 nas vantagens (4 a 4 no placar)

Pena: Mackenzie Dern finalizou Michelle Nicolini pelas costas

Leve: Bia Mesquita finalizou Fabiana Borges no leglock

Médio: Luiza Monteiro venceu Luanna Alzuguir na decisão dos juízes, após empate em 2 a 2

Meio-pesado: Ana Laura Cordeiro venceu Andresa Correa por 4 a 0

Pesado: Dominyka Obelenyte estrangulou Vanessa Oliveira

Superpesado: Fernanda Mazzelli venceu Alison Tremblay por 9 a 0

A cobertura do Mundial de Jiu-Jitsu 2015 foi um oferecimento de Storm Strong.

Logo Storm Strong

Ler matéria completa Read more
There are 14 comments for this article
  1. Vinicius Costa E Silva at 12:28 pm

    Entendo seu ponto, Gilder. Mas dessa maneira vc iria tirar o título de vice-campeão do Alexander Tráns, que já tinha conseguido chegar impecavelmente a final após vencer atletas duríssimos no maior e mais difícil campeonato de Jiu-jitsu do mundo e que, por uma fatalidade, sofreu uma lesão enquanto disputava a sua categoria no domingo.

  2. Take Nokho at 12:42 pm

    Final peso pluma, valorizar a campanha de Daniel Beleza com 39 anos foi para final do mundial fazendo ótima campanha. Exemplo para os mais novos que com 26 anos querem "aposentar".

  3. Gabriel Perdigão at 1:13 pm

    Não sou muito de responder aqui, mas gosto muito dos debates e aprendo muito com eles.
    No meu ponto de vista, num caso como esses de contusões, passaria para a final, quem perdeu para o que se machucou e no fim entregariam 2 vice campeões como fazem com os terceiros colocados.
    No caso desse mundial, o Ricardo Evangelista lutaria a final contra o Bernardo Faria, e na premiação o Alexander Tráns e quem perdesse a final se tornariam vice campeões.
    O mundial, não perderia o brilho de ter sempre uma final, com exceção dos fechamentos de mesma academia.
    o que acham?

  4. Led Guaiba at 2:45 pm

    é verdade, eu era faixa branca juvenil e já via as lutas do Beleza na final da Faixa preta.. Hoje eu tenho 30 anos sou faixa Preta e o cara continua fazendo as finais. Ossss

  5. Anderson Ribeiro at 3:12 pm

    Dos meus 10 palpites só errei o pesadíssimo por conta da contusão do Trans, porque se ele não se machuca leva esse pesadíssimo mole mole, a final desse peso perde muito em técnica sem o Buchecha, melhoras para ele e que volte o mais rápido possível!

  6. Frangos Paranaguá at 8:10 pm

    Gabriel Perdigão ta certo, lembrando q ricardo evangelista abriu para trans, pois são da mesma academia, nada mais justo dele participar da final, e a organização tem q se precaver disso, pois os tops q chegam no absoluto tbem chegam no peso, podendo haver lesões no caminho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *