Aprenda 5 conceitos de BJJ para revolucionar seus treinos, por Diogo Moreno

Share it
Fera da Soul Fighters, DIogo Moreno vibra com mais uma vitória, em foto de Mike Calimbas.

Fera da Soul Fighters, DIogo Moreno vibra com mais uma vitória, em foto de Mike Calimbas.

Campeão peso e absoluto do Zurich Open de Jiu-Jitsu, realizado no início de maio na Suíça, Diogo “Moreno” Araújo conquistou mais do que duas medalhas com selo da IBJJF.

Ao vencer o torneio, o faixa-preta garantiu a pontuação necessária no ranking para competir no Mundial 2015, no fim do mês em Long Beach, Califórnia.

Em conversa com GRACIEMAG, o lutador meio-pesado listou cinco aspectos que devem estar na sua cartilha de Jiu-Jitsu. Estude e bons treinos!

1. Mente aberta é sinônimo de sucesso no Jiu-Jitsu

“Esteja sempre de olho na evolução do esporte, porém, nunca esqueça o básico. Na hora do sufoco, o que vai salvar você, mesmo, são as posições básicas do Jiu-Jitsu que estão aí há tempos”, aconselha Moreno.

2. Esclareça suas dúvidas

“Procure sempre conversar com seus parceiros sobre as posições e os últimos treinos. Se você cair em uma mesma posição de um parceiro dez vezes, por exemplo, e você não perguntar como defender, você está retardando o seu aprendizado, e também o aprendizado do seu parceiro. Juntos, vocês podem conseguir novas formas de defender e aplicar a posição. Estude o Jiu-Jitsu, essa é a melhor parte!”, reforça o faixa-preta.

3. Respeite seu professor

“A relação entre aluno e professor é uma coisa única que deve ser valorizada no nosso meio. Tenho dois professores que me graduaram faixa-preta: Bruno Tanque e seu irmão Augusto Tanquinho, mas eles estão morando nos EUA. Graças a Deus, tenho o Tatu Escobar aqui comigo, que me ajuda muito. Mantenha o respeito sempre, e seja humilde”, recomenda.

4. Não sabote seu treino

“Não adianta ir à academia e dar apenas dois treinos. Se você quer realmente evoluir, a maneira mais rápida é treinar várias e várias vezes, todos os dias. Sempre procure dar aquele treininho a mais, especialmente quando você estiver cansado. Claro que drills e treinos específicos ajudam muito, mas para mim, ainda acho que a melhor maneira é se colocando em situações mais próximas possíveis de uma luta, nesse caso, o treino”.

5. Organize sua evolução

“Tente sempre variar os parceiros de treino e coloque-se em situações de perigo. Posições de desconforto afiam suas defesas e ajudam a reforçar o seu lado psicológico para quando estiver tomando aquele amasso. Quando me vejo treinando com um novo colega com uma diferença técnica grande em relação a mim, sempre procuro me colocar nas piores posições para afiar as minhas defesas”, encerra o faixa-preta da Soul Fighters.

Esta cobertura do Mundial de Jiu-Jitsu 2015 é um oferecimento de Storm Strong.

Logo Storm Strong

Ler matéria completa Read more
There are 2 comments for this article
  1. Francisco Jalles Dos Santos at 11:46 am

    procuro sempre fazer isso nos treinos a unica forma de evoluirmos é nos colocarmos em situações mais reais possíveis de luta gosto de treinar com caras bem mais pesados do que eu isso afia a minha guarda e as saidas de baixo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *