“TUF Brasil 4”: a finalização que fez Dana White levantar da poltrona

Share it
bruno_korea

O mata-leão que definiu a luta. Foto: Reprodução

Mesmo tarde da noite, o “TUF Brasil 4” tem movimentado os fãs de Jiu-Jitsu e MMA nas noites de domingo, na Globo. No episódio de ontem, 17 de abril, os finalizadores Bruno “Korea” Rodrigues e Leandro “Pitbull” Higo mostraram que o perigo sempre reside no chão.

Ainda no primeiro assalto, Korea e Higo duelaram em modo automático, com chances de finalização para ambos os lados. Korea começou melhor: depois de aplicar um chute na boca do estômago do lutador de Mossoró, o atleta do time Shogun resolveu colocar a luta para baixo e derrubou Higo, que exibiu boa guarda e quase grudou nas costas do rival.

Em uma reviravolta, a luta voltou em pé, e novamente Korea foi rápido e desferiu um cruzado no rosto de Higo, que caiu meio atordoado. Shogun chegou a cantar do córner: “Ele cansou!”

Sem se encontrar, o mais experiente Leandro acabou se tornando presa fácil do Jiu-Jitsu do adversário. Quando Leandro tentou virar de quatro, Korea abriu caminho e laçou o pescoço de Higo no mata-leão.

A vitória fez o time Shogun abrir 5 a 0 contra o time de Rodrigo Minotauro. O duelo arrancou aplausos do patrão da Dana White, que se ergueu da poltrona para gritar e parabenizar o Jiu-Jitsu do campeão. “Excelente luta”, disse o presidente do UFC.

“O Leandro até se recuperou depois de um tempo, pegou as costas e quase finalizou. Mas o Korea encaixou bem o ground and pound e venceu”, comentou Minotauro, após a luta.

E você, leitor de GRACIEMAG? Está torcendo para quem no “TUF”?

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *