O detalhe de Jiu-Jitsu e a finalização mais bonita do UFC Fight Night, por Jon Tuck

Share it

Edgar

Frankie Edgar e Urijah Faber, ambos com mais de 30 anos, mostraram que estão com o gás em dia para movimentar a divisão peso-pena no UFC. Neste sábado, 16 de maio, o faixa-preta de Jiu-Jitsu Frankie superou Faber na decisão unânime dos jurados, após cinco assaltos intensos no UFC Fight Night.

Agora, o aluno de Ricardo “Cachorrão” tem quatro vitórias seguidas. Como prêmio, Edgar ganhou a vaga de desafiante ao cinturão dos penas, e aguarda o campeão do duelo José Aldo x Conor McGregor, no UFC 189.

Gegard Mousasi, Tuck e Jon Reyes mostram poder do Jiu-Jitsu

Jon Tuck deu aula de Jiu-Jitsu. Foto:UFC

Jon Tuck deu aula de Jiu-Jitsu. Foto:UFC

No coevento principal, Gegard Mousasi pisou no octógono e provou o favoritismo contra Costas Philippou usando o Jiu-Jitsu. O armênio não marcou bobeira e fez uso das quedas e da passagem de guarda para minar o gás do adversário. Mousasi até arriscou bons botes no braço de Costas, mas não achou o encaixe perfeito. A vitória veio por decisão unânime.

Campeão de Jiu-Jitsu, Jon Tuck foi quem fez mais bonito no solo, contra Tae Hyun Bang, logo no primeiro round. Com a luta no chão, o faixa-preta girou bonito para as costas de Tae e colocou os ganchos para completar o movimento.

Nas costas do oponente de quatro apoios, Tuck mostrou malandragem: o aluno de Marcão Santa Cruz em Abu Dhabi deu um empurrão no braço e fez o rival tombar. Detalhe que o ajudou a se ajeitar e sufocar o oponente no mata-leão. Do lado de fora, o público ficou eufórico com o bom Jiu-Jitsu.

O americano Jon Reyes mostrou que seu Jiu-Jitsu é afiado também. Contra Roldan Sangcha-na, Reyes também usou o mata-leão para “apagar” o oponente, aos 3min13s do segundo assalto.

Confira os resultados completos do UFC deste sábado:

UFC Manila
Manila, Filipinas
16 de maio de 2015

Frankie Edgar venceu Urijah Faber por decisão unânime dos jurados

Gegard Mousasi venceu Costas Philippou por decisão unânime dos jurados

Mark Muñoz venceu Luke Barnatt por decisão unânime dos jurados

Neil Magny nocauteou Hyun Gyu Lim a 1min24s do R2

Phillipe Nover venceu Yui Chul Nam por decisão dividida dos jurados

Levan Makashvili venceu Mark Eddiva por decisão unânime dos jurados

Card preliminar:

Jon Tuck estrangulou Tae Hyun Bang pelas costas aos 3min56s do R1

Kajan Johnson venceu Zhang Lipeng por decisão unânime dos jurados

Ji Jingliang nocauteou Dhiego Lima a 1min25s do R1

Jon Delos Reyes estrangulou Roldan Sangcha-an pelas costas ao 3min13s do R3

Yao Zhikui venceu Nolan Ticman por decisão divida dos jurados

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *