Felipe Preguiça, Davi Ramos e Tussa brilham na seletiva do ADCC no Rio

Share it
Felipe Preguiça finalizou cinco das seis lutas que fez no torneio. Foto: Marcus Furtado/Flashsport

Felipe Preguiça finalizou cinco das seis lutas que fez no torneio. Foto: Marcos Furtado/Flashsport

Na tarde deste domingo, 12 de abril, na Ilha do Governador, no Rio, a seletiva do ADCC coroou novos talentos e confirmou o favoritismo de craques faixas-pretas consagrados no Jiu-Jitsu. Os vencedores carimbaram suas vagas no evento principal do ADCC em São Paulo, nos dias 28, 29 e 30 de agosto.

Destaque para Felipe Preguiça, que passou a guarda do colega de GB Victor Estima e ainda finalizou outros cinco oponentes no mata-leão.
Veja quem mais brilhou:

Aluno de Claudio Calasans brilha até 66

Os faixas-marrons provaram que a técnica estava afiada para surpreender os faixas-pretas. Foi o caso de Renan Sancar, faixa-marrom lapidado por Claudio Calasans, que venceu cinco lutas. Na semifinal, Renan eliminou o faixa-preta Bruno Celio (GFTeam) numa luta aguerrida. Já na final, que definia quem iria luta no evento principal em São Paulo, Renan não deu bobeira e derrubou Fernando Carsalade (Gracie Barra), irmão de Preguiça, para ficar com a vaga.

“Ele é um garoto talentoso, treina muito comigo e mandou bem hoje”, resumiu Calasans.

Davi Ramos troca pegada contra Claudio Caloquinha. Foto: Marcos Furtado/FlashSport

Davi Ramos troca pegada contra Claudio Caloquinha. Foto: Marcos Furtado/FlashSport

Davi Ramos joga na explosão e vence até 77kg

Davi Ramos foi o segundo atleta a se pesar neste domingo, 12 de março. O faixa-preta da Atos chegou cedo para poder recuperar o peso, e comeu bastante fruta para repor a energia. Depois de vencer seis lutas, Davi encarou o experiente Claudio Caloquinha (Gracie Barra) na final da categoria. A luta ficou empatada no tempo normal, com bons ataques para os dois lados.

Na prorrogação, Caloquinha conseguiu chegar as costas de Davi, que mostrou boa defesa de pescoço e livrou-se dos ganchos. Por cima novamente, Davi explodiu e fez Caloquinha virar de quatro apoios. De lá, meteu os ganchos e arrochou o estrangulamento para liquidar a fatura.

“Estou muito empolgado para 2015, estou embalado com o título do Europeu da IBJJF. Quero lutar mais e mais no Jiu-Jitsu para ficar no ritmo. Com certeza a explosão foi uma das minhas armas nesta seletiva, explodi o tempo. Minha preparação foi insana”, conta o campeão.

Preguiça domina na divisão até 88kg

Dono de uma pegada de costas fatal, Felipe “Preguiça” Pena finalizou cinco de suas seis lutas no estrangulamento na categoria até 88kg. Na semifinal, ele acabou tendo de enfrentar o colega de equipe Victor Estima, que também fez boa campanha em seu retorno ao Brasil. O confere foi pegado o tempo, e Preguiça ficou atento aos botes perigosos no pé, aplicado por Estima.

Quando começou a valer ponto, a partir dos cinco minutos, o mineiro passou a guarda e garantiu a vitória. Na final, Preguiça duelou com o jovem faixa-roxa Isaque Bahiense. A vitória veio, adivinhe, graças a um estrangulamento pelas costas.

“Entrei atento na final, hoje em dia você não pode menosprezar ninguém. Acompanho o trabalho do Isaque, ele é duro e ainda está na faixa-roxa. Foi uma luta dura também, ele é muito raçudo. Mas graças a Deus impus meu ritmo e venci”, detalha Preguiça.

Roberto Tussa monta no adversário. Foto: Marcos Furtado/Flashsport

Roberto Tussa monta no adversário. Foto: Marcos Furtado/Flashsport

Tussa impõe pressão e vence até 99kg

Roberto “Tussa” Alencar voou do Novo México até o Rio para brigar por uma vaga na seletiva do ADCC, em São Paulo. O tempo de viagem não cansou o faixa-preta da Gracie Barra, que logo de cara montou em Rodrigo Cavaca (Zenith), em sua primeira luta na divisão até 99kg. De volta no domingo, dominou Aleksandro Henrique (Checkmat) e venceu Marcus Vinicius (CBT) por 3 a 0, novamente com uma montada.

“Venho tentando a vaga há cincos, e agora saiu. Já tinha colocado meu nome na seletiva de São Paulo, mas deu tudo certo aqui”, disse um sorridente Tussa.

Leonardo Chocolate derruba e garante vaga acima de 99kg

Professor de luta-livre, o veterano Leonardo “Chocolate” Nascimento (RFT) garantiu a vaga no evento principal, ao vencer Gilmar Oliveira (Gracie Barra) nos pontos. Depois da luta, um emocionado lutador disse: “Eu prometi a vitória ao meu professor Cromado, prometi e cumpri. Estou dentro do ADCC”.

Mazzelli e Michelle garantem vaga no ADCC

Com apenas uma luta na categoria até 60kg, Michelle Tavares atuou com experiência para garantir outra vez seu lugar no ADCC 2015. Contra Talita Alencar (GFTeam), a faixa-preta da Nova União quedou para vencer.

Na outra categoria, acima de 60kg, Fernanda Mazzelli (Striker) foi a campeã, ao apertar o braço de Caroline Sant’Anna (RBJJ) na kimura.

Ler matéria completa Read more
There are 7 comments for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *