No Rio, Erberth finaliza Caloquinha no absoluto sem kimono e fica com 4 ouros

Share it
Erberth comemora com os quatro ouros conquistados na competição. Foto: Carlos Arthur Jr./GRACIEMAG

Erberth comemora com os quatro ouros conquistados na competição. Foto: Carlos Arthur Jr./GRACIEMAG

Erberth Santos olha para o relógio. A final do absoluto sem kimono do Rio Fall Open de Jiu-Jitsu, contra Claudio Caloquinha (GB BH), avança pelo quinto minuto, neste domingo, 29 de março. Ele avisara ao córner que finalizaria assim que o cronômetro batesse sete minutos.

Aos 6min50s, dito e feito: o faixa-preta superpesado da escola Guigo Jiu-Jitsu atacou o braço do rival meio-pesado e finalizou, como havia prometido ao seu professor.

A vitória no absoluto sem kimono representou sua quarta medalha dourada no Rio Fall Open de Jiu-Jitsu. No sábado, Erberth venceu o superpesado e o absoluto com kimono. No domingo, ficou mais cedo com o ouro sem kimono superpesado.

“Meus treinos são de dez minutos, e eu sempre separo os três últimos para dar todo o meu gás. É uma maneira de me testar. Então ali pelos sete minutos, independentemente de estar ganhando ou perdendo, é o momento em que procuro explodir e ir com tudo. Tenho muitas armas da guarda 50/50. Daquela posição eu pego bem o braço e as costas, então deu para antecipar o movimento e finalizar”, disse Erberth antes de garantir sua participação no Campeonato Brasileiro, em São Paulo, onde mora, e no Mundial de Jiu-Jitsu, na Califa. Em ambos ele deve baixar para o peso pesado.

Neste domingo, foram apontados os faixas-pretas campeões sem kimono também nos pesos, no Club Municipal, na Tijuca.

Vice no absoluto, o mineiro Cláudio Caloquinha (Gracie Barra) mordeu o ouro no meio-pesado ao vencer o paraibano William Martins, também da GB.

Leonardo “Panda” Manduca (GFTeam) venceu o pesadíssimo com estilo, ao finalizar Pedro Moura (Ribeiro JJ) com um leglock da meia-guarda.

Outros destaques do dia

No peso-pluma, Paulo Melo (Gracie Barra) venceu João Pedro “Somália” (Checkmat); Alexandre Vieira (BTT) marcou 6 a 2 no placar antes de finalizar Leandro Escobar (Soul Fighters) no mata-leão, no peso-pena; no leve, Luan Alves (Nova União) venceu sua guerra e levou mais um ouro; Gabriel Procópio (BTT) superou Jake Mackenzie (GFTeam) nos médios; e no peso pesado, Dimitrius Souza (Alliance) venceu mais uma vez mostrando sua categoria.

Para os resultados completos, visite CBJJ.com.br.

Ler matéria completa Read more
There are 2 comments for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *