Com show de Jiu-Jitsu, Demian Maia vence LaFlare no UFC Rio

Share it
Com pleno domínio no solo, Demian venceu Ryan LaFlare no UFC Rio. Foto: Carlos Arthur Jr/GRACIEMAG

Com pleno domínio no solo, Demian venceu Ryan LaFlare no UFC Rio. Foto: Carlos Arthur Jr/GRACIEMAG

A noite recheada de finalizações do UFC Rio 6, realizado neste sábado, dia 21 de março, foi um prato cheio para o amante da arte suave. Triângulo voador, armlock, mata-leão, guilhotina. Teve de tudo no card com 12 lutas apresentado no charmoso ginásio do Maracanãzinho.

Na luta principal, Demian Maia , campeão de Jiu-Jitsu, dominou totalmente Ryan LaFlare, que vinha de 11 vitórias seguidas. Por cinco rounds, o paulista Demian derrubou várias vezes, passou a guarda, montou e venceu na decisão. No co-evento, Erick Silva usou sua arte suave e finalizou o veterano Josh Koscheck. Confira os destaques:

Demian domina e vence americano invicto

Na última luta do evento no Rio de Janeiro, Demian Maia trazia sua experiência e bagagem no Jiu-Jitsu para bater o wrestler invicto no MMA Ryan LaFlare. No combate, nada de correr da trocação. Demian usou seu forte jab para encurtar e deu certo trabalho em pé. Mas, como de costume, a força do brasileiro veio no solo. Com quedas milimétricas e domínio por cima, seja na montada, meia-guarda ou passado, Maia contabilizou importantes pontos ao longo dos cinco rounds.

Na última etapa um susto: visivelmente cansado, Demian era consecutivamente deixado no solo, esperando uma impossível tentativa de LaFlare na guarda perigosa do faixa-preta. Fim do quinto assalto. Luta na mão dos jurados e mais uma vitória para o cartel do professor Demian Maia.

Erick Silva mostra o poder do seu Jiu-Jitsu

Erick “Índio” Silva manteve a boa atuação e acumulou sua segunda vitória seguida na organização de Dana White. Contra Josh Koscheck, o faixa-preta de Jiu-Jitsu usou a guilhotina para sair vitorioso.

A luta começou acelerada, com Josh investindo nas quedas. O atleta da X-Gym travou todas as quedas com muita técnica, abrindo a base e pesando o quadril.

Após observar o terreno, Erick colou em Koscheck e preparou a armadilha fatal. Quando o americano entrou para derrubar, o índio envolveu o gogó do oponente na guilhotina. Para ajustar a finalização, ele fechou os cotovelos e alongou o corpo.
Silva agora acumula 18 vitórias e cinco derrotas na carreira.

Léo Santos estrangula pelas costas

Faixa-preta de Jiu-Jitsu da Nova União, o carioca Leonardo Santos também foi finalizador na madrugada deste domingo, 22 de março.

Contra Tony Martin, Léo não deu bobeira e tratou de colocar pressão para cima do rival americano. A vitória começou a ser definida no segundo assalto, quando o campeão do “TUF Brasil 2” investiu nas quedas.

Depois de quedar, Léo conseguiu montar e armar o caminho para a finalização. Sem alternativas, Tony deu as costas para se livrar do perigo, mas acabou entregando o ouro para o craque do Jiu-Jitsu, que não deixou o arrocho no pescoço escapar.

UFC Rio
Maracanãzinho, Rio de Janeiro, RJ
21 de março de 2015

Demian Maia venceu Ryan LaFlare na decisão unânime dos jurados
Erick Silva finalizou Josh Koscheck na guilhotina aos 4min21s do R1
Léo Santos estrangulou Tony Martin pelas costas aos 2min29s do R2
Amanda Nunes nocauteou Shayna Baszler a 1min56s do R1
Gilbert Durinho finalizou Alex Cowboy aos 4min14s do R3
Godofredo Pepey finalizou Andre Fili no triângulo aos 3min14s do R1

Card preliminar

Francisco Massaranduba venceu Akbarh Arreola na decisão unânime dos jurados
Kevin Souza nocauteou Katsumi Kikuno a 1min31s do R1
Leandro Buscapé finalizou Drew Dober na guilhotina aos 2min45s do R2
Leonardo Macarrão venceu Cain Carrizosa na decisão unânime dos jurados
Christos Giagos finalizou Jorge Blade no estrangulamento mão com mão aos 3min12s do R1
Fredy Serrano nocauteou Bentley Syler a 1min34s do R3

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *