Jiu-Jitsu, suor e lágrimas: o retorno de João Gabriel Rocha após o câncer

Share it
João Gabriel Rocha no Pan de Jiu-Jitsu: a fera da Soul Fighters voltou aos torneios contra Gustavo Dias, no peso pesadíssimo. Foto: Ivan Trindade

João Gabriel Rocha no Pan de Jiu-Jitsu: a fera da Soul Fighters voltou aos torneios contra Gustavo Dias, no peso pesadíssimo. Foto: Ivan Trindade

Após um ano e três meses sem competir, a fera João Gabriel Rocha pisou novamente no tatame, durante o Pan de Jiu-Jitsu de Irvine. A emoção foi inevitável, após violentas sessões de quimioterapia que queimaram suas veias, mas não minaram sua garra e determinação.

Vitorioso contra um câncer severo, o lutador da Soul Fighters está novamente em boa forma física. Calculou, no entanto, que o absoluto era dar um passo grande demais no retorno, e fez sua reestreia no domingo, 15 de março, na categoria dos pesos pesadíssimos. O oponente era Gustavo Dias, pedreira da Gracie Humaitá. João é quem conta:

“Nem sei como ganhei a primeira luta. A emoção me consumiu, eu nunca tinha entrado chorando numa luta antes”, resume o faixa-preta, que compete desde os 3 anos.

Com os olhos molhados, João tratou de lutar no automático. Trabalhou bem a passagem de guarda, deixou Gustavo em alguns apuros, mas acabou vencendo com placar modesto, ao marcar 4 vantagens.

Na segunda luta, já nas quartas de final, o oponente seria o embalado Luiz Panza. A falta de ritmo então seria mais do que fatal, e Panza usou seu melhor ataque: o bote no pé da guarda 50/50. Panza ficaria com a medalha de bronze, ao ser derrotado pelo campeão Alexander Trans, na semifinal.

João, triste por ter batido, nem percebeu que seu retorno com saúde era a maior vitória.

“Sei tudo o que passei, mas perder é difícil para mim. Mas pode anotar aí, vou superar. Já tenho uma nova meta traçada: vou lutar o Rio Fall Open da IBJJF, no fim do mês no Rio de Janeiro, para pegar ritmo de novo”, informou.

João Gabriel está de volta.

Saiba mais sobre a batalha do campeão contra o câncer, aqui em GRACIEMAG.

Ler matéria completa Read more
There are 7 comments for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *