Vídeo: No sumô como no Jiu-Jitsu, a prova que a técnica vence a força bruta

Share it

Você certamente já ouviu falar do sumô, arte marcial dos pesados japoneses. Contudo, uma comparação entre o sumô e o Jiu-Jitsu seria loucura? É claro que não.

O objetivo no sumô é manter-se dentro da circular área de luta e não tocar o solo com nenhuma parte do corpo a não ser a sola do pés e palma das mãos. Por isso, assim como na arte suave, o equilíbrio e posicionamento corporal são essenciais.

E não para por aí. No sumô, outro detalhe importante são as pegadas. Apesar de empurrões serem válidos, muitas vezes os arremessos e contra-ataques na força do adversários são cruciais para a vitória, assim com quedas similares as do judô e até contatos de quadril para surpreender o oponente e desequilibrá-lo.

No vídeo abaixo, temos um exemplo prático de um lutador levinho, com “míseros” 90kg, a fera Takanoyama, usando apenas a técnica para bater oponentes bem mais pesados. Assista, analise as técnicas e não deixe nunca de estudar!

Ler matéria completa Read more
There are 3 comments for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *