Pezão é nocauteado por Mir em noite ruim para brasileiros no UFC Porto Alegre

Share it
Mir aplicou rápido nocaute em Pezão. Foto: Buda Mendes/Zuffa LLC via Getty images

Mir aplicou rápido nocaute em Pezão. Foto: Buda Mendes/Zuffa LLC via Getty images

Noite complicada para os brasileiros no primeiro evento em solo tupiniquim de 2015. O Ginásio do Gigantinho, em Porto Alegre, palco do UFC realizado nesse domingo, dia 22 de fevereiro, foi marcado pelas derrotas dos brasileiros favoritos a vencer. Foram sete reveses brasucas no card com onze lutas.

Encabeçado pelo nocaute sofrido por Antônio Pezão na luta principal, aplicado por Frank Mir, o evento ainda teve as derrotas de Edson Barboza para Michael Johnson e de Cezar Mutante para Sam Alvey.

Dos dez brasileiros no card, apenas Adriano Martins, Douglas D’Silva e Ivan Batman saíram com a mão levantada, sem contar o argentino “abrasileirado” Santiago Ponzinibbio.

Na luta principal da noite, pouco mais de um minuto foi necessário para termos o vencedor. Frank Mir, sem suar, conseguiu conectar, com a mão da frente, um belo cruzado no queixo de Antônio Pezão, que foi ao solo e recebeu mais alguns golpes do americano antes de Mario Yamasaki encerrar o combate.

No co-evento principal, Michael Johnson encarou Edson Barboza em duelo na divisão peso leve. Barboza era apontado como franco-favorito, embalado por duas vitórias, mas Johnson se encarregou de engasgar o grito dos brasileiros no ginásio. O americano não respeitou o nocauteador Barboza e acelerou o combate desde os primeiros momentos.

Edson até respondeu com fortes chutes e cruzados bem colocados, mas a agressividade e constância de Michael fizeram a diferença. Após três assaltos de clara superioridade, Johnson foi declarado vencedor na decisão unânime dos jurados.

Outro destaque da noite ficou para o justo triângulo da faixa-marrom de Jiu-Jitsu Marion Reneau sobre a brasuca boa de chão Jéssica Bate-Estaca.

Confira os resultados do card “zebrado” do UFC em Porto Alegre

UFC Porto Alegre: Pezão x Mir
Ginásio do Gigantinho, Porto Alegre, RS
22 de fevereiro de 2015

Frank Mir nocauteou Antônio Pezão a 1min40s do R1
Michael Johnson venceu Edson Barboza na decisão unânime dos jurados
Sam Alvey nocauteou Cezar Mutante aos 3min34s do R1
Adriano Martins venceu Rustan Khabilov na decisão dividida dos jurados
Frankie Saenz venceu Iuri Marajó na decisão unânime dos jurados
Santiago Ponzinibbio venceu Sean Strickland na decisão unânime dos jurados

Card preliminar

Marion Reneau finalizou Jéssica Bate-Estaca no triângulo a 1min54s do R1
Matt Dwyer nocauteou Willian Patolino aos 3min14s do R1
Mike De La Torre venceu Tiago Trator por nocaute técnico aos 2min59s do R1
Douglas D’Silva venceu Cody Gibson na decisão unânime dos jurados
Ivan Batman venceu George Shockley na decisão unânime dos jurados

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *