Anderson Silva quebra silêncio sobre doping: “Acho injusta a pressa em me condenar”

Share it
Anderson Silva comenta o delicado caso de doping que sacudiu o mundo do MMA. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC via Getty Images

Anderson Silva comenta o delicado caso de doping que sacudiu o mundo do MMA. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC via Getty Images

Depois de semanas na espera de um pronunciamento, finalmente Anderson Silva falou. Após consecutivos resultados positivos no exame antidoping realizado pela Comissão Atlética de Nevada, feitos antes e depois do UFC 183, do dia 31 de janeiro, o Aranha usou as redes sociais e desabafou.

O ex-campeão peso médio do UFC disse que não pode se desculpar por nada, pois ainda aguarda os resultados finais dos exames, além de análises dos medicamentos que usou no tratamento da grave fratura na canela, sofrida contra Chris Weidman, em 2013.

“Não sei do que me desculpar, pois ainda aguardo o resultado dos exames e a análise dos médicos. Todos os remédios que tomei desde a minha fratura estão sendo analisados”, disse.

Ainda sobre o doping, Anderson foi incisivo ao negar o conhecimento de qualquer droga proibida pela Comissão em seu camp.

“Em dezoito anos de carreira, nunca tive problemas com exames. Sempre joguei limpo. Nunca fui trapaceiro. Amo o que faço e jamais poria em risco o que levei tanto tempo para construir. Acho injusta a pressa que alguns têm em me condenar.”

Confira abaixo a declaração completa de Anderson Silva e comente conosco.

Não falarei nada sobre quem sou ou que fiz e passei até chegar aqui. O que me importa agora é o respeito dos que me acompanharam até este momento da minha carreira.

Sangrei, sofri e lutei porque amo e porque sempre quis honrar e defender a bandeira do país que tanto amo. Não sei do que me desculpar, pois ainda aguardo o resultado dos exames e a análise dos médicos e especialistas que trabalham para revelar a verdade.

Todos os remédios que tomei desde a minha fratura estão sendo analisados. Busco a verdade tanto quanto todos que se surpreenderam com os resultados divulgados. Em dezoito anos de carreira, nunca tive problemas com exames. Sempre joguei limpo. Nunca fui trapaceiro.

Dentro e fora do octógono jamais vacilei no respeito aos princípios que sempre me pautaram. Com muita honra e dignidade defendi meu país onde quer que lutei. 
Nunca usei qualquer substância para aumentar minha performance nas lutas.

Amo o que faço e jamais poria em risco o que levei tanto tempo para construir. 
Acho injusta a pressa que alguns têm em me condenar.
O tempo que se leva para destruir uma reputação é infinitamente menor do que aquele empenhado em construí-la.

Sou o maior interessado no esclarecimento desse episódio. Quero que os que sempre me prestigiaram saibam que continuo lutando para que todas as sombras sobre esse triste episódio sejam dissipadas.”

Ler matéria completa Read more
There are 8 comments for this article
  1. Felipe Jubett at 11:54 am

    qualquer madicamento pra dor poderoso tem esteroides, tambem anti inflamatorios, é fato, uma bobagem eles quererem julgar o cara que vem de uma fratura a qual pra uma rapida melhora querendo ou não esses antiinflamatorios são excenciais.

  2. Manfredo Maciel at 5:06 pm

    Isso q vc ta passando e mais uma batalha q eu tenho certeza q vc vai vence de novo como ganhou as outras,estamos juntos como vc,temos muito orgulho de ter uma pessoa como vc para nos representar mundo a fora, tenha fé em Deus,porque quem crer nele tudo pode,Que o senhor te proteja sempre meu Guerreio!! estamos ansiosos para ver vc outra vez no Octagon !!!

  3. Anderson Andrade at 5:39 pm

    legal, quando é o Belfort todo mundo taca o pau… até o próprio Anderson Silva já falou besteira, e agora que é com ele as coisas muda? tá provando do próprio veneno, independente dele ter tomado ou não, para mim esse falso humilde não é exemplo para ninguém. Hipócrita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *