Após massacre em Boston, McGregor pode roubar o cinturão de Aldo?

Share it
McGregor jantou Siver em dois assaltos, e provocou o campeão de forma acintosa.

McGregor jantou Siver, e provocou o campeão Aldo de forma acintosa fora do Octagon. Foto: Reprodução

A luta principal da noite em Boston soou como a famosa canção do U2, sobre um “domingo sangrento”. Conor McGregor, o furacão do peso-pena, queria despachar com autoridade o experiente Dennis Siver para poder desafiar o atual campeão, o brasileiro José Aldo.

E foi o que ele fez. Com uma atuação fria e precisa, McGregor castigou Siver no primeiro assalto, e terminou o massacre no início da segunda etapa. Um petardo certeiro no queixo fez Siver cair. Da montada, o irlandês encerrou a luta com cotoveladas e socos.

Mas Siver era apenas um degrau no seu objetivo maior, e Conor não quis saber de respeitar regras, nem o atual campeão. Pulou a grade do Octagon e foi correndo fazer caretas para Aldo, presente na primeira fila. Sob olhares tensos dos seguranças, o atleta da Nova União fez o que está acostumado: abriu o sorriso.

“Eu já estava esperando isso, pois ele é uma piada, um palhaço. Eu só fico rindo. Vou treinar muito com a minha equipe, eu sei o que posso fazer com ele”, disse Aldo, que não quis subir no Octagon e deu entrevista a Joe Rogan do lado de fora. “Eu não me impressionei com ele esta noite, mas realmente será uma grande luta para os fãs e para o UFC, é a maior luta do peso-pena até hoje”.

Será que as habilidades no boxe e no gás do irlandês de 26 anos serão uma ameaça ao campeão? Você comenta.

Cerrone vence Bendo em resultado contestado

No penúltimo combate da noite, Donald Cerrone voltou à ativa após 15 dias de rápido intervalo, e saiu com a vitória novamente. Mas o resultado foi amplamente contestado, já que Ben Henderson puxou o ritmo da revanche com chutes na coxa e similares.

Cerrone devolveu as bordoadas quando conseguiu, e de fato obteve duas bonitas quedas, mas o resultado parecia que pendia para o ex-campeão. Os jurados discordaram, e deram para Donald de forma unânime.

Foi a terceira luta entre ambos; a primeira vez que Cerrone venceu – mesmo sem convencer todo mundo.

UFC Boston
TD Garden, Boston, Massachussets
18 de janeiro de 2015

Conor McGregor venceu Dennis Siver por nocaute técnico (socos da montada) a 1min54s do R2
Donald Cerrone venceu Benson Henderson via decisão unânime dos jurados
Uriah Hall venceu Ron Stallings por nocaute técnico (interrupção médica) aos 3min37s do R1
Gleison Tibau venceu Norman Parke via decisão dividida

Card preliminar (Fox Sports 1)

Cathal Pendred venceu Sean Spencer via decisão unânime
Lorenz Larkin venceu John Howard por nocaute técnico aos 2min17s de luta
Chris Wade venceu Zhang Lipeng via decisão unânime
Patrick Holoha venceu Shane Howell via decisão unânime
Johnny Case venceu Frankie Perez por nocaute técnico a 1min54s do R3
Charles Rosa finalizou Sean Soriano no triângulo de mão aos 4min43s do R3
Sean O’Connell venceu Matt Van Buren por nocaute técnico aos 2min11s do R3
Joby Sanchez venceu Tateki Matsuda via decisão dividida

Ler matéria completa Read more
There are 4 comments for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *