Brazil Pro: Miyao, Calasans, Bia & cia avançam; Alliance reina até 75kg

Share it

 

Paulo Miyao joga por cima. Foto: Marco Aurélio/Arena Jiu-Jitsu

Paulo Miyao joga por cima. Foto: Marco Aurélio/Arena Jiu-Jitsu

O primeiro Brazil National Pro de Jiu-Jitsu foi contemplado com ótimos combates e o retorno de alguns ídolos do esporte. A peneira que leva os campeões para Abu Dhabi com tudo pago começou hoje em Barueri, em São Paulo.

Neste sábado, 17 de janeiro, os faixas-pretas adultos, homens e mulheres, lutaram até semifinal do peso.

O guardeiro Paulo Miyao foi o primeiro a pisar no tatame e, logo na primeira luta, brilhou. Jorge Nakamura, seu adversário, puxou para a meia-guarda no início da luta e tentou trabalhar as raspagens. Por cima, Paulo se posicionou bem, fez a pegada certa no joelho do oponente e acabou conquistando a passagem de guarda. A partir da posição de domínio, Miyao encaixou uma omoplata e finalizou na kimura. Seu adversário na semifinal é Jackson Faveiro (AS Team).

A outra semifinal da chave será entre José Thiago e Gilbert Polim, ambos da Cícero Costha.

Mario Reis contra Isaque Paiva. Foto: Marco Aurélio/ Arena Jiu-Jitsu

Mario Reis contra Isaque Paiva. Foto: Marco Aurélio/ Arena Jiu-Jitsu

Alliance no topo

Liderada pelo general Fabio Gurgel, a equipe Alliance dominouno peso até 75kg, com um esquadrão de respeito formado por Michael Langhi e Mario Reis, além dos jovens Juan Kamezawa, Rafa Baiano e Fabinho Caloi.

Em seu único combate, Langhi usou a guarda para raspar e finalizar Lucas Ramos, num bonito armlock. “O campeão está de volta. Foi bom sentir essa adrenalina novamente, voltei com tudo”, disse Langhi, após o combate.

Questionado sobre sua participação no absoluto, que ocorre amanhã, Mario Reis disse não ver com maus olhos: “Boa ideia, vou pensar sobre isso. Já lutei alguns absolutos e fui campeão. Amanhã eu posso aparecer, sim”, disse. O gaúcho venceu Rodrigo Almeida (Barbosa), Mauricio Ferreira (Lotus) e Isaque Paiva (Saikoo) na categoria.

Claudio Calasans puxa pra guarda. Foto: Marco Aurélio/ Arena Jiu-Jitsu

Claudio Calasans puxa pra guarda. Foto: Marco Aurélio/ Arena Jiu-Jitsu

Guerra na divisão até 85kg

Com a nova geração misturada a craques consagrados, os lutadores até 85kg entraram a todo vapor e protagonizaram combates explosivos. Claudio Calasans Junior venceu três oponentes para garantir sua vaga na semifinal. Seu último combate do dia foi contra Renato Cardoso (Alliance).

Calasans venceu Cardoso por 2 a 1 nas vantagens, num confere equilibrado. “Na minha cabeça a única opção que enxergo é me consagrando campeão. Agora não é diferente, vou muito focado para conquistar esta passagem”, disse. Do outro lado da chave, brilhou a estrela de Fred Almeida (AOA), que venceu seus três compromissos e agora encara o atleta da Atos na semifinal.

Felipinho Cesar e Rafael Nicholas (Zenith) também foram destaques na divisão e neste domingo, 18 de janeiro, duelam por uma vaga na final. O aluno de Barbosa abusou da guarda e dos ataques no joelho para vencer suas três lutas.

Erberth Santos faz guarda. Foto: Marco Aurélio/ Arena Jiu-Jitsu

Erberth Santos faz guarda. Foto: Marco Aurélio/ Arena Jiu-Jitsu

Erberth Santos confirma boa fase

Atleta de sucesso na faixa-marrom, o jovem Eberth Santos brilhou no primeiro dia de seletiva. O lutador da Lloyd Irvin eliminou Vitor Toledo (Atos) e Fabiano Boi (FFTeam) na categoria até 95kg.

Na luta contra Fabiano, o faixa-preta pegou as costas e usou o estrangulamento com a lapela para definir o combate: “Eu treinei de tudo, estou completo. Estou 100% e como os combates são de seis minutos, eu não paro. Vou buscar a passagem para os Emirados”. Erberth agora encara Rubens Pedroso (Cícero Costha) na semifinal.

Augusto Ferrari (Cícero Costha) e Romes Junior (Rio Grappling Club) fazem a outra semifinal da categoria.

Choque de titãs acima de 95kg

A categoria mais pesada do torneio escalou lutadores habilidosos para a disputa. Os holofotes foram para Kitner Moura (Ryan Gracie), Rafael Cavaca (Zenith), Thiago Gaia (GFTeam) e Fernando Fernandes (Ryan Gracie).

SEMIFINAL

Kitner Moura (Ryan Gracie) x Rafael Cavaca (Zenith)

Thiago Gaia (GFTeam) x Fernando Fernandes (Ryan Gracie)

Bia Mesquita raspa Cristiane Souza . Foto: Marco Aurélio/ Arena Jiu-Jitsu

Bia Mesquita raspa Cristiane Souza . Foto: Marco Aurélio/ Arena Jiu-Jitsu

Bia Mesquita e Nadia Melo em rota de colisão

Atual campeã mundial absoluto, Bia Mesquita segue dominante na categoria até 65kg. A atleta da Gracie Humaitá passou por Cristiane Souza (Bonsai) ao fazer 12 a 0. No mesmo lado da chave, Nadia Melo (GFTeam) mostrou novamente a eficiência do seu armlock, ao finalizar a faixa-marrom Julia Najarro (Ryan Gracie).

Caroline Marcelino (Ryan Gracie) e Luane Santos (Cícero Costha) fazem a outra semifinal.

Até 75kg
Monique Elias (Alliance) e Talita Treta (Ryan Gracie) decidem o título amanhã. Elas não tiveram luta hoje.

Ler matéria completa Read more
There is 1 comment for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *