Com Anderson, Belfort e Werdum, Brasil pode ter um 2015 cheio de cinturões

Share it
Anderson Silva pode disputar cinturão dos médios novamente. Foto: UFC/Divulgação

Anderson Silva pode disputar cinturão dos médios novamente. Foto: UFC/Divulgação

Anderson “Spider” Silva voltou a ficar em alta no UFC. Caso vença Nick Diaz no UFC 183, no dia 31 de janeiro, o faixa-preta vai ter uma nova chance de disputar o cinturão dos médios, que já ficou na sua cintura por sete anos.

Quem deu a palavra foi Dana White, chefão do evento, em entrevista ao programa “UFC Tonight”.

“Será o melhor janeiro da história da companhia. Tivemos Jon Jones x Daniel Cormier e, agora, vamos esperar o vencedor de Alexander Gustafsson x Anthony Johnson, que vai lutar pelo cinturão ainda este ano. Anderson Silva e Nick Diaz também vão lutar e, se Anderson vencer, vai enfrentar o vencedor de Chris Weidman x Vitor Belfort. Ronda Rousey vai enfrentar a Cat Zingano e quer voltar a lutar de novo em julho. Além disso, se Conor McGregor vencer agora em Boston, vai enfrentar José Aldo, o que será a maior luta na história da divisão dos penas. Então, todas essas lutas do início do ano vão ter ramificações e levarão a duelos muito empolgantes no restante de 2015”, declarou o presidente da organização.

De fato, o ano pode não ser bom apenas para as finanças do UFC, mas para os fãs brasileiros. Além de Aldo e possivelmente Anderson e Belfort, ainda teremos Fabricio Werdum x Cain Velásquez pelo título dos pesados, Rafa Dos Anjos x Anthony Pettis,  e Renan Barão x TJ Dillashaw parte 2.

O dirigente falou um pouco mais sobre a expectativa para o duelo Silva x Diaz, mas ficou em cima do muro em relação ao resultado.

“Depois da contusão do Anderson, como será que ele vai estar mentalmente? Fisicamente tenho certeza de que estará em forma, mas será que vai voltar a chutar do jeito que fazia antes? Como ele vai se sentir quando voltar a competir? Vocês sabem que sparring e treino é algo bem diferente de entrar lá dentro para lutar. Quanto a Nick Diaz, ele também não luta há um tempo. Não sei o que vai acontecer. Vamos ver”, disse Dana.

Número um do ranking na categoria, o astro Anderson acumula 33 vitórias, sendo seis por finalização. O brasileiro vem de duas derrotas seguidas para o campeão dos médios Chris Weidman, mas garante que a teia está afiada.

Já o polêmico Nick Diaz não luta desde a derrota para GSP no UFC 158, em 2013. O americano é craque de Jiu-Jitsu e acumula 26 vitórias com nove derrotas no cartel.

Ler matéria completa Read more
There are 11 comments for this article
  1. Robynho at 1:37 pm

    Máfia, totalmente sem explicação isso ai… claro que Anderson vende mais que qualquer outra disputa de cinturao dessa categoria… mas acho que o ideal seria ele fazer pelo menos umas 3 lutas… sem condicoes isso ai… tem gente na fila.

  2. Jansen Vivi at 2:17 am

    jacaré???? ces tão de sacanagem o spider tem contas a acertar…a aranha vai fz seu ataque…ele e um mito…um monstro sagrado do mma e ainda vai demostrar o melhor anderson silva de todos os tempos…podem me cobrar o melhor ainda está por vir!!!!!!

  3. Aluik Holanda at 11:26 pm

    Melhor de todos os tempo? Isso é o que da assistir ufc na globo.
    Jon Jones é o melhor lutador de todos os tempo, nunca perdeu uma luta se quer, a não ser a que ele foi desclassificado, por acertar golpes proibidos no oponente. Anderson Silva é um bom lutador mais nunca lutou com Jon Jones como fez o Vitor Belford. Ele correu da super luta com Jon Jones.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *