Long Beach BJJ Pro: Vitor Oliveira conta como finalizou Lapela e distribui lições

Share it
Vitor Oliveira estrangula Mafra. Foto: Ivan Trindade/GRACIEMAG

Vitor Oliveira estrangula Mafra. Foto: Ivan Trindade/GRACIEMAG

Peso médio da GFTeam, Vitor Oliveira jogou na pressão e acumulou vitórias duras no Long Beach BJJ Pro, torneio profissional de Jiu-Jitsu realizado pela IBJJF no último domingo na Califórnia.

A missão do aluno de Julio César começou contra Nathan Mendelsohn, que acabou torcendo o braço ao tentar defender uma queda no início do combate e não conseguiu retornar. Garantido na final, Vitor viu Marcelo “Lapela” Mafra passar por Magid Hage (GB) no outro lado da chave.

Para ficar com o prêmio em dinheiro e a medalha de ouro, o faixa-preta da GFTeam precisava esquecer o passado, já que Mafra o havia vencido ano passado. Mais atento aos botes do rival, Vitor conseguiu pegar as costas e finalizar, para ficar com o prêmio em dinheiro.

O que Vitor aprendeu com a conquista? GRACIEMAG foi descobrir.

GRACIEMAG: O que você fez de diferente para vencer Marcelo Mafra em Long Beach?

VITOR OLIVEIRA: O Marcelo é excelente, trocamos um pouco em pé até o momento em que ele me puxou. O jogo dele encaixa perfeitamente com o meu. Como eu já tinha perdido para ele no ano passado, já entrei ligado! Consegui passar e finalizar com um estrangulamento pelas costas. Procurei passar rápido e não deixar meu braço dando bobeira, como fiz em 2013. Sobre a premiação em dinheiro, acho que estamos chegando cada vez mais perto do ideal. Isso é muito importante para todos os atletas, pois temos muitos gastos com treinamentos e também com competições. Isso só nos valoriza como profissionais.

Você chamou atenção com suas quedas na pirâmide de Long Beach. Como funciona seu treino de quedas?

Olha, eu nem faço muita entrada de queda. Acho que é meio que natural, sempre gostei. Às vezes eu peço uns toques para o meu professor Nick Wollack, na academia aqui em Ohio. Mas fora isso não tenho treinado muito. Também tenho evitado treinar muito por conta de lesões. Sinto que meu ritmo este ano não foi o mesmo.

Como você aprimorou seu jogo de passagens de guarda?

Eu me espelho muito no Rodolfo Vieira. Claro que não aplico as passagens com a mesma perfeição, mas procuro usar as mesmas pegadas que ele. Tenho muito a agradecer ao professor Julio César e ao Rodolfo. Gosto muito de passar a meia-guarda. Uma dica para o leitor: procure fazer repetições com a resistência do seu parceiro, mesmo que seja uma resistência de 50%. Depois de repetir e repetir a técnica, procure aplicar no treino de sparring, só assim você vai desenvolvê-la.

Como funciona sua alimentação para aliar força e gás?

Minha alimentação é feita pelo meu preparador físico JL Holdsworth, que me treina na The Spot Athletics em Ohio. Normalmente como ovos mexidos com tomate e espinafre pela manhã. Tomo ainda vitamina C, aveia e algum complexo vitamínico. Pego muitas dicas da minha namorada, Lora Hallock, sobre alimentação. Comer bem é essencial para o lutador de Jiu-Jitsu.

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *