Fernandinho Vieira e as lições para emendar o MMA e o Europeu de Jiu-Jitsu

Share it
Fernadinho Vieira em ação no Jiu-Jitsu. Foto: Vitor Freitas/GRACIEMAG

Fernandinho Vieira em ação no Jiu-Jitsu. Foto: Vitor Freitas/GRACIEMAG

Faixa-preta campeão mundial de Jiu-Jitsu pela IBJJF em 2004, Fernandinho Vieira volta a calçar as luvas de MMA neste sábado, 13 de dezembro. O amazonense (11v, 2d) encara o americano Tyson Nam na divisão dos galos do XFCi em Campinas, São Paulo.

Após o combate, o manauara não quer saber de descanso e vai lutar o Europeu da IBJJF em janeiro de 2015. O atleta da Evolução Thai pretende complicar os oponentes na divisão adulto peso-pena.

Em conversa com GRACIEMAG, Fernandinho analisou o rival no XFCi, comentou sobre o UFC e falou, claro, de Jiu-Jitsu.

GRACIEMAG: Como está a sua mente na véspera do confere com Tyson Nam, pelo XFCi?

FERNANDINHO VIEIRA: Meu oponente vem de três derrotas seguidas, mas no MMA atual o fato de você vir de derrota não significa muito. Está tudo muito profissional, todos os atletas estão bem preparados e eu preciso estar focado no meu jogo e na minha estratégia. Na hora em que fechar a porta do cage, nosso cartel não vale quase nada, temos de provar nosso potencial. Sei que o Tyson tem experiência e veio ao Brasil atrás da vitória. Mas estou pronto, e meu sentimento agora é de concentração após um treino bem feito. A vitória será uma consequência.

Você sonha com o UFC?

Estaria mentindo se falasse que não é um desejo meu lutar no UFC, mas no momento meu foco é no XFCi. Estou muito satisfeito no evento. Sei que o UFC está atento aos bons eventos pelo mundo, e que vou fazer a luta principal, isso chama a atenção. Estou trabalhando junto com um novo manager na Evolução Thai que está em contato direto com o UFC – eles estão observando meu trabalho. Uma vitória no próximo sábado é mais uma credencial para chegar lá. Minha melhor fase ainda está por vir e lutar no UFC será um caminho natural. Conto com a torcida de todos.

Depois do MMA, vai mesmo cair dentro do Europeu de Jiu-Jitsu, em janeiro em Lisboa?

O Jiu-Jitsu faz parte da minha vida, está no meu sangue. No momento minha prioridade é o MMA. Conforme o espaço no calendário de lutas, eu poderei lutar alguns campeonatos de Jiu-Jitsu. O Europeu é certamente um deles, a meta é cair dentro do peso-pena. Mas tudo vai depender do que vai acontecer nessa minha jornada no MMA.

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *