Campeão do GP da Copa Pódio, Preguiça explica como desenvolveu seu estilo no Jiu-Jitsu

Share it
Felipe Preguiça contra Luiz Panza na final do GP dos Médios. Foto: Carlos Arthur Jr/GRACIEMAG

Felipe Preguiça contra Luiz Panza na final do GP dos Médios. Foto: Carlos Arthur Jr/GRACIEMAG

Atual campeão brasileiro e mundial, o faixa-preta mineiro Felipe “Preguiça” Pena voltou ao topo do pódio, no último sábado, 22 de novembro. Felipe venceu o GP dos Médios da Copa Pódio, no ginásio do Botafogo, no Rio.

Em conversa com GRACIEMAG, Felipe analisou seu próprio Jiu-Jitsu, comentou a final eletrizante com Luiz Panza, e manifestou o desejo de treinar com Roger Gracie um dia. Veja o que diz a fera a seguir.

GRACIEMAG: No GP dos Médios, você mostrou um jogo completo e usou vários tipos de guarda, além do berimbolo. Como seu jogo foi moldado?

FELIPE PREGUIÇA: Sempre gostei de fazer guarda, raspar e passar nos treinos. Então foi algo natural. O Romulo Barral certamente influenciou meu jogo, apesar de termos um estilo um pouco diferente. Já aprendi muito com ele e continuo aprendendo todos os dias. Raspagem da guarda-X e pegada de costas são manobras que sempre fiz, desde faixa-azul. Já o berimbolo comecei na faixa-roxa. Eu sempre via muitas lutas do Rominho, do Leandro Lo, Rodolfo Vieira e Buchecha. São pessoas que jogam para frente, não tem amarração. Gosto assim.

Em algumas lutas, você foi de zero a cem km/h em segundo. Como funciona isso?

Não é uma estratégia, não faço de propósito. É uma característica minha: eu começo meio desligado na luta, mas vou acordando aos poucos (risos). Gostei muito do meu desempenho, consegui jogar para frente e estava com um tempo bom de posições. Só tinha atleta de ponta e não foi moleza. Mas impus meu jogo e saí campeão.

E a final do GP? Vocês empataram em 2 a 2 (raspagens), e o confere foi decidido apenas nos últimos segundos.

Foi a segunda vez que lutei com o Panza, que é duríssimo. A gente desta vez ficou muito tempo na 50/50. Mas consegui sair no final e ganhar por uma vantagem. Não gosto de ficar na guarda 50/50, não. Acho que a luta fica feia, meio amarrada. Mas por outro lado não me sinto tão desconfortável nela. Se precisar jogar de 50/50 vou saber jogar.

O Roger Gracie disse a GRACIEMAG que admira suas lutas. Como seria um treino seu com ele?

Acho que não deve ser muito divertido, né (risos). Conheço várias pessoas que já treinaram com o Roger e falam que realmente é algo diferente, você se sente um faixa-branca. Tenho muita vontade de treinar com ele um dia.

Copa Pódio – GP dos Médios

Clube do Botafogo, Rio, RJ

22 de novembro de 2014

Lucas Valle (BRA) venceu Rafael Mansur (BRA) por 3 a 2

– Desafio No Gi

João Miyao (BRA) e Gianni Grippo (USA) empataram após uma hora de luta

– 1ª RODADA DO GP

Verde Luiz Panza (Checkmat) finalizou Claudio Calasans (Atos) na chave de pé
Verde Diogo Moreno (Soul Fighters) venceu Jon Satava (Alliance) por 6 a 0
Amarelo Gregor Gracie (BRA) venceu Patrick Gaudio (BRA) por duas vantagens
Amarelo Erberth Santos (BRA) por Thiago Sá (BRA) 6 a 0

– 2ª RODADA DO GP

Verde Luiz Panza (Checkmat) e Diogo Moreno (Soul Fighters) empataram em 0 a 0
Verde Claudio Calasans (Atos) finalizou Guga Campos (Alliance) pelas costas
Amarelo Patrick Gaudio (GFTeam) e Erberth Santos (Lloyd Irvin) empataram
Amarelo Felipe Preguiça (GB) venceu Gregor Gracie (Team Renzo) por 10 a 0

– 3ª RODADA DO GP

Verde Diogo Moreno (Soul Fighters) venceu Guga Campos (Alliance) por 2 a 0
Verde Luiz Panza (Checkmat) finalizou Jon Satava (Alliance) no pé
Amarelo Felipe Preguiça (GB) venceu Erberth Santos (Lloyd Irvin) por 5 a 0
Amarelo Patrick Gaudio (GFTeam) venceu Thiago Sá (Checkmat) por 6 a 4

– 4ª RODADA DO GP

Verde Jon Satava (Alliance) venceu Guga Campos (Alliance) por uma vantagem
Verde Claudio Calasans (Atos) venceu Diogo Moreno (Soul Fighters) por 2 a 0
Amarelo Felipe Preguiça (GB) estrangulou Thiago Sá (Checkmat) pelas costas
Amarelo Gregor Gracie (Team Renzo) venceu Erberth Santos (Lloyd Irvin) por 2 vantagens

– 5ª RODADA DO GP

Verde Claudio Calasans (Atos) venceu Jon Satava (Alliance) por três vantagens
Verde Luiz Panza (Checkmat) finalizou Guga Campos (Alliance) na chave de pé
Amarelo Gregor Gracie (Team Renzo) finalizou Thiago Sá (Checkmat) pelas costas
Amarelo Felipe Preguiça (GB) venceu Patrick Gaudio (GFTeam) por 11 a 4

Desafio BRA-USA

Tim Spriggs (USA) finalizou Lucas Hulk (BRA) pelas costas

– SEMIFINAIS DO GP

Luiz Panza (Checkmat) finalizou Gregor Gracie (Team Renzo) na chave de pé
Felipe Preguiça (GB) venceu Claudio Calasans (Atos) por 7 a 0

– LUTA ESPECIAL – SEM TEMPO

Leandro Lo (Cícero Costha) finalizou Gilbert Durinho (Zenith) no estrangulamento

FINAIS DO GP

Felipe Preguiça (GB) venceu Luiz Panza (Checkmat) por uma vantagem (2 a 2)

Graciemag_Shop_1064p

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *