Seleção Brasileira de Judô para Todos é ouro no Internacional da Holanda

Share it
Jaqueline Sander comemora o ouro na Holanda. Foto: Staff Images

Jaqueline Sander comemora o ouro na Holanda. Foto: Staff Images

A Seleção Brasileira de Judô para Todos (para atletas com necessidades especiais) conquistou três medalhas de ouro no International G-Judô Tournament, disputado esse fim de semana na cidade de Baarlo, na Holanda.

O evento reuniu 240 judocas de oito países (Brasil, Alemanha, Bélgica, Escócia, País de Gales, Inglaterra, Argélia e Holanda) em uma grande celebração ao esporte e a inclusão.

“Estou muito orgulhoso dessa equipe. Eles deram duro, conquistaram ótimos resultados e são um exemplo para o país. A força de vontade desse time é incrível. Quero agradecer aos patrocinadores e a Confederação Brasileira de Judô. Sem eles nossa participação não seria possível”, destaca o coordenador da delegação brasileira, Ricardo Lúcio.

A primeira conquista do dia veio pelas mãos da única mulher da equipe, a paranaense Jaqueline Xander. Ela superou uma torção no tornozelo direito e venceu todas suas adversárias rapidamente. “Estou muito feliz com mais essa conquista. Eu não estava tão confiante para essa competição, mas consegui me superar e vencer minhas lutas”, comemora a judoca, que em maio desse ano havia vencido outro torneio em Ravena, na Itália.

Estreante em competições internacionais, o carioca Saulo Palote também conquistou vitórias em suas lutas, todas por ippon. “É minha primeira vez em um campeonato como esse e não esquecerei nunca desse título. Só me motiva a treinar mais e continuar crescendo e conquistando mais coisas na minha vida”, diz o jovem de apenas 18 anos.

Os outros integrantes da equipe também tiveram bons resultados. O mineiro Orlando Cherem ficou com a prata na mesma categoria vencida pelo paulista Felippe Reis. A medalha de bronze foi conquistada por Breno Viola (RJ), Yves Dupont (RS), Diego Correa (PR) e Guilherme Paiva (RJ). Para definir as chaves do torneio os judocas foram divididos em cinco categorias, de acordo com o grau de comprometimento de sua necessidade especial.

Ao todo, cinco estados foram representados (RJ / SP / MG / RS / PR) e judocas com diferentes características: síndrome de down (5), deficiência física (1), deficiência intelectual (1) e múltiplas deficiências (1).

Resultados da equipe brasileira:
Jaqueline Xander (APAE-Maringá) – 1° lugar
Felippe Reis (ACRE) – 1° lugar
Saulo Palotte (RBN) – 1° lugar
Orlando Cherem (Minas Tênis Clube) – 2° lugar
Breno Viola (CRF) – 3° lugar
Yves Dupont (SOGIPA) – 3° lugar
Diego Correa (APAE-Maringá) – 3° lugar
Guilherme Paiva (SION) – 3° lugar

(Fonte: Assessoria de imprensa)

Ler matéria completa Read more
There is 1 comment for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *