Gabi Garcia comenta dieta, luta de MMA no Real FC e próximos passos no Jiu-Jitsu

Share it
Gabi contra Luiza Monteiro no Mundial Sem Kimono. Foto: Erin Herle

Gabi venceu Luiza Monteiro no Mundial Sem Kimono. Foto: Erin Herle

A estrela Gabrielle Garcia, rainha absoluta da Alliance, não perdeu muito tempo celebrando o seu título mundial de Jiu-Jitsu sem kimono, conquistado no último dia 5 de outubro, na Califórnia.

Em papo com GRACIEMAG, Gabi falou sobre como anda a dieta e os planos para a estreia no MMA, possivelmente no próximo dia 23 de dezembro. O evento chinês Real FC 1 anunciou inclusive o nome de sua oponente Megumi Yabushita, experiente atleta de 42 anos e mais de 40 lutas na carreira.

Kron Gracie fará a luta principal do evento em Tóquio, Japão, e os também astros do Jiu-Jitsu Marcos Souza e Roberto Satoshi estão escalados no card.

Gabi, porém, disse que a luta ainda é uma possibilidade:

“Já estou treinando muito sem kimono, fazendo dieta e baixando de peso para ficar mais leve. No entanto, acabou de sair na imprensa nota sobre minha estreia no MMA em dezembro, mas não sei de onde a informação é. Nem eu sabia o nome da minha adversária. O Fabio Gurgel [treinador] ainda está negociando tudo, pode ser que aconteça, mas também pode ser que não – ainda estou voltando a ficar confiante depois da minha lesão. Mas já sinto que estou vivendo a melhor fase profissional da minha carreira”, disse Gabi.

O acerto ou não com o evento chinês já para dezembro não significa que a faixa-preta da Alliance vai deixar os Mundiais de Jiu-Jitsu: “Eu não pretendo parar de lutar Jiu-Jitsu tão cedo, posso garantir que vou lutar tudo o que aparecer”.

Sobre o Mundial de Jiu-Jitsu Sem Kimono, a peso pesado comentou sua atuação e o triângulo de Mackenzie Dern, golpe do qual ela escapou sem se afobar.

“Chamei minhas lutas pra guarda e arrisquei coisas que não fazia antes, quis me testar, me colocar em risco. Correr riscos me fez ver que um bote como uma guilhotina pode me dar um belo trabalho sim (risos). Porém não senti perigo nos outros golpes, tentei não usar a força nem a diferença de força, tentei mudar um pouco”, analisou. “Estou me sentindo confiante com meu jogo de guarda e aprendendo um novo Jiu-Jitsu, que estou amando”.

Para além do Jiu-Jitsu e MMA, Gabi tem na agenda uma série de seminários na Europa, antes e depois do Europeu da IBJJF, em janeiro. “Agora quem cuida das minhas coisas no exterior como seminários e contatos é a Cesalina Gracie, quem se interessar em nosso seminário pode mandar um email para cesalinagracie@gmail.com ou para gabijiu@gmail.com”.

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *