Cara de Sapato fala de próxima luta no UFC e comenta descida de peso

Share it
Cara de Sapato encara novo desafio no UFC, agora no meio-pesado. Foto: Carlos Arthur Jr./GRACIEMAG

Cara de Sapato encara novo desafio no UFC, agora no meio-pesado. Foto: Carlos Arthur Jr./GRACIEMAG

Antônio Carlos Júnior, o Cara de Sapato, fará sua primeira luta pelo UFC depois do título da terceira temporada do The Ultimate Fighter Brasil ainda em 2014. O paraibano terá pela frente o norte-americano Patrick Cummins, no UFC Fight Night 58, em Barueri, na Grande São Paulo, no dia 20 de dezembro, em confronto válido pela categoria dos meio-pesados (até 93,3kg). Campeão do TUF na categoria peso-pesado (até 120,6kg) em maio deste ano já treinando pela Nova União, ele passa a ser o centro das atenções juntamente a Renan Barão, que luta no mesmo dia, depois da manutenção do título dos penas por José Aldo, no último sábado, dia 25 de outubro.

Para o lutador, a escolha da organização não poderia ser melhor. Cara de Sapato acredita que uma vitória sobre Cummins, conhecido pelo seu jeito falastrão de ser, com um cartel de seis vitórias e uma derrota, sendo três lutas no UFC, pode ajudá-lo a aumentar sua projeção dentro da franquia. Com apenas 24 anos, o campeão pan-americano na faixa-preta é considerado um dos mais promissores atletas contratados recentemente.

“Sei que existe muita confiança de todos em cima de mim e que tenho que corresponder. A escolha do UFC pelo Cummins foi excelente. É um cara forte, do wrestling e com nome forte entre os lutadores. Então, se quero ganhar mais moral, essa luta é de fundamental importância. Estou preparado e ansioso já. Estou desde de maio aguardando e finalmente saiu o anúncio. Vou para dentro e mostrar meu talento”, avalia Antônio Carlos, que soma quatro lutas profissionalmente no MMA, com quatro vitórias, além dos dois combates na casa e um na seletiva do TUF, todos vitoriosos.

Decisão por lutar entre os meio-pesados

Assim que venceu o TUF Brasil 3, Cara de Sapato precisou decidir em qual categoria se encaixaria melhor na organização. No programa, por exemplo, o atleta da Nova União lutou com cerca de 95kg, entre os pesados, algo inviável dentro do octógono. Ao término, pensou em baixar para aproximadamente 83kg e atuar entre os médios. No fim, optou pelos meio-pesados.

“Foi difícil decidir. Na casa do TUF, era o mais leve entre todos os lutadores e isso poderia me prejudicar, já que a categoria dos pesados é a que mais abrange as diferenças de peso. Quando venci, ia optar para ficar nos médios, que é onde me sinto bem, principalmente porque sou do Jiu-Jitsu e é o peso que disputava a maioria das competições”, conta, revelando o motivo por escolher o peso acima: “Para o MMA acredito que 83kg me deixaria mais fraco que o costume, até pela situação da perda de peso. Escolhi, junto com meus preparadores e treinadores, que lutaria nos meio-pesados. Vamos ver como vou me comportar e no futuro decidimos se continuo nela ou baixamos a categoria”.

Amigo pessoal e principal parceiro de treinos do ex-campeão dos pesos-pesados Junior Cigano, que também faz boa parte de seus treinos na Nova União, Cara de Sapato sonhava em estar no mesmo card do catarinense, que será dia 13 de dezembro, nos Estados Unidos. Apesar de não ter conseguido isso, vê pontos positivos por lutar uma semana depois.

“Queria estar no card do meu parceiro Cigano, mas infelizmente não deu. Mesmo assim, estou feliz com a escolha da organização. É bom que consigo assistir a luta dele e depois ele assiste a minha, como torcedores (risos). Tenho certeza que vamos sair vitoriosos”, conclui.

(Fonte: Assessoria de imprensa)

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *