Ericka Almeida finaliza e fatura cinturão peso-palha no Jungle 73

Share it

O Jungle Fight realizou sua 73° edição do evento, no Ginásio do Ibirapuera, em comemoração aos 11 anos da organização. Com oito lutas, um show de Jiu-Jitsu em grandes finalizações foi apresentado para o público que lotou a arena, no último sábado, dia 6. Confira os destaques:

Ericka finaliza no pescoço e inaugura cinturão dos palhas

Ericka busca o pescoço para finalizar. Foto: Carlos Arthur Jr./GRACIEMAG

Ericka busca o pescoço para finalizar. Foto: Carlos Arthur Jr./GRACIEMAG

Na luta principal da noite, Ericka Almeira e Maiara Alves pisaram no cage do Jungle para fazer história, como primeiras atletas de peso palha a combater na organização e valendo cinturão.

No combate, melhores ações da faixa-roxa Ericka, que golpeava na trocação para ter brechas e derrubar. No solo, as movimentações não conseguiam evoluir, e o árbitro retornava o combate em pé. Porém, no segundo assalto, Ericka conseguiu escorregar para as costas e finalizar com um belo mata-leão.

Suavecito apaga adversário e parte para o cinturão

Suavecito após soltar a justa guilhotina no fim do assalto. Foto: Carlos Arthur Jr./GRACIEMAG

Suavecito após soltar a justa guilhotina no fim do assalto. Foto: Carlos Arthur Jr./GRACIEMAG

No co-evento principal da noite, o mexicano José “Suavecito” encarou Rene Soldado na divisão meio-médio do Jungle.  Com alguns momentos na trocação e até uma tentativa de triângulo de mão, Rene parecia melhor no combate.

Porém, Suavecito tirou mais uma guilhotina em pé da cartola. Já tendo finalizado desta forma no evento, o mexicano puxou com toda a força perto do fim do assalto. Ao soar o gongo, Suavecito soltou Rene e este veio ao solo desacordado. Vitória por finalização anotada.

Após a conquista, ficou definido que José será o próximo desafiante ao cinturão da categoria, hoje nas mãos de Elizeu Capoeira.

Fernando Soluço perde por nocaute técnico

Soluço com Tarsis Tarsis Humphreys e Serginho Moraes no córner. Foto: Carlos Arthur Jr./GRACIEMAG

Soluço com Tarsis Humphreys e Serginho Moraes no córner. Foto: Carlos Arthur Jr./GRACIEMAG

Antes do co-evento principal, Fernando Soluço, faixa-preta e líder da Alliance Equador, fez sua estreia na organização contra Douglas Bertazini na divisão de médios. O combate teve algumas investidas de Soluço com chutes, e tentativas de socos, mas Douglas estava afiado no boxe e conseguiu encaixar boa mão. Com o golpe conectado, o árbitro interrompeu o combate, declarando nocaute técnico e vitória de Bertazini.

Soluço falou ao GRACIEMAG.com após o combate e revelou a frustração com a interrupção da luta:

“Eu acho que ainda estava na luta. A mão entrou, de fato, mas acho que poderia continuar. Eu estou ótimo, sem dores os cansaço. Se fosse para perder, queria ter ao menos saído cansado ou dolorido”, disse.

Árbitro do combate, Alessandro Souza deu seu parecer sobre a interrupção do combate:

“O atleta recebeu uma combinação e, quando levou o último golpe, estava com o olhar fora de combate. Assim que ele chegou ao solo, ainda estava desnorteado. Prezei pela integridade do atleta”, disse Alessandro.

Confira os resultados completos:

Jungle Fight 73
Ginásio do Ibirapuera, SP
6 de setembro de 2014

Ericka Almeida finalizou Maiara Alves com um mata-leão a 1:56 do R2
José “Suavecito” Diaz finalizou Rene Soldado com uma guilhotina aos 4:58 do R1
Douglas “El Loco” Bertazini venceu Fernando Soluço por nocaute técnico a 1:31 do R1
Martin Ottaviano “La Maquina” finalizou Charles Leites com um leg-lock a 1:18 do R1
Matheus Mattos venceu Allan Miguel por nocaute técnico aos 2:02 do R2
Valdines Silva finalizou Allan “Popey” com um mata-leão aos 3:05 do R1
Paulinho Oliveira “Capoeira” venceu Diego Paiva por decisão unânime
Bruno Lopi venceu Gregory “Robocop” Rodrigues por nocaute técnico aos 1:05 do R1

banner_rodape_site_kimono_preto

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *