Circuito Talent coroa primeira campeã peso-mosca em sua 11° edição

Share it

Jennifer Maia ostenta o primeiro cinturão peso-mosca feminino do Talent. Foto: Welington Borges

Jennifer Maia ostenta o primeiro cinturão peso-mosca feminino do Talent. Foto: Welington Borges

Em mais uma grande edição no Paraná, desta vez em São José dos Pinhais, o Circuito Talent de MMA 11 coroou sua primeira campeã peso mosca feminino de sua história. Jennifer Maia, atleta da Chute Boxe, encarou a pernambucana Elaine Albuquerque, da Kimura Nova União, e conseguiu o triunfo por meio de uma disputada decisão unânime. Na luta coprincipal, Júlio César Gaúcho também fez a festa da Chute Boxe ao finalizar rapidamente Ariel Machado no clássico paranaense, garantindo assim sua chance de disputar o cinturão peso médio do Evento Revelação de 2013 segundo o Prêmio Osvaldo Paquetá.

Elaine não bateu o peso na véspera e a diferença de tamanho era visível na luta principal do Circuito Talent 11. Bem maior, a atleta de Garanhuns conseguiu impor a trocação no primeiro round, mas Jennifer respondeu com um clinch sufocante. O segundo round mostou a paranaense derrubando e quase finalizando. Ao final do assalto, Elaine raspou e ficou perto de nocautear. No último round, Jennifer novamente foi melhor, inclusive na troca de golpes, e garantiu seu cinturão. Os três juízes oficiais concederam vitória à lutadora da Chute Boxe (30-27, 30-27 e 30-28), primeira campeã do Paraná na história do Circuito Talent de MMA.

Júlio César Gaúcho x Ariel Machado

Como ficara visível na pesagem da véspera, a rivalidade local pegou fogo na luta coprincipal. Ariel, que já havia nocauteado um parceiro de treinos de Gaúcho, não conseguiu impor seu maior poder de decidir lutas Gaúcho, que já finalizara um parceiro de treinos do rival. Após uma rápida troca de golpes, Gaúcho conseguiu a queda e rapidamente foi para as costas, onde encaixou os ganchos e arrancou os três tapinhas do adversário. A finalização aconteceu em menos de dois minutos e garantiu a Gaúcho o posto de desafiante do cinturão peso médio do Circuito Talent de MMA.

Alexandre Sangue x Bruno Padilha

Após a lesão de João Zeferino, o ex-TUF Brasil Alexandre Sangue enfrentou o pouco conhecido Bruno Padilha, de Ponta Grossa, que se mostrou muito perigoso logo no começo da luta lançando boas sequências. Para não correr riscos, o curitibano, que entrou no cage usando uma máscara de cavalo, logo conseguiu uma queda e mostrou grande nível no chão, conseguindo sua segunda finalização consecutiva e a primeira vitória do Circuito Talent de MMA. Após o duelo, Sangue novamente desafiou Zeferino.

David Valente x Washington Mamute

No duelo Paraná x São Paulo, o local David Valente aproveitou sua vantagem física e lançou consistentemente chutes contra Washington Mamute. Após um round disputado entre a trocação de Valente contra o wrestling de Mamute, o atleta da equipe Brazilian Kings, de Curitiba, acertou um chute na boca do estômago do representante paulista, que desabou na metade do segundo assalto. Vitória para Valente em mais uma grande luta.

Guilherme Costa x Thiago Misael

Após se provocarem na pesagem com promessa de atropelamento, Thiago Misael e Guilherme Costa mantiveram a vontade de lutar em cima do cage. Filho de Ocimar Costa, treinador de John Lineker, Guilherme chamou seu oponente para a luta, provocando o tempo todo, dando risadas e abaixando a guarda. Esta postura fez Misael atuar de forma agressiva, partindo para o infighting. Após um primeiro round equilibrado e vantagem para Misael no segundo, Guilherme sabia que a vitória teria que vir no terceiro. Ele acertou bons golpes e fez Thiago, pupilo de Wagner Galeto, aplicar uma queda, mas Guilherme raspou, montou e desceu a lenha com socos e cotoveladas até a interrupção do árbitro. Grande virada para o jovem de 18 anos.

João Alicate x Lucas Pivatto e Antonio Nego x Rafael Saddam

O card principal começou com os promissores pesos moscas João Alicate e Lucas Pivatto. O combate, morno e muito estudado, rendeu a vitória para Alicate, o mais efetivo entre os dois atletas.

Se a primeira do principal não levantou o público, o mesmo não se pode dizer da segunda. Antonio Nego e Rafael Saddam fizeram uma verdadeira guerra de três rounds, com Nego imprimindo pressão nos dois primeiros assaltos e Saddam, mesmo bastante machucado, voltando com tudo para o terceiro. Na primeira decisão dos juízes nas lutas de MMA da noite, com o público aplaudindo de pé, veredito unânime para Nego.

Card preliminar

A noite começou com um duelo entre os promissores pesos mosca Onofre Felipe e Cristiano Pequeno. Após um começo de trocação, Pequeno conseguiu um knockdown com um chute frontal e, trabalhando no chão, finalizou a luta com um rápido mata-leão.

Em seguida, Sidney Luciano e Maicon Ortiz protagonizaram a primeira das três lutas de kickboxing do Circuito Talent de MMA 11 e foi Luciano, com uma joelhada no estômago também no primeiro assalto, quem saiu com o braço erguido pela vitória por nocaute.

Alessandro Espicha, atleta invicto, conseguiu mais uma vitória no primeiro round, a quinta de sua carreira, com uma chave de braço sobre Rovilson Nelore. Pelos pesos meio-médios, Alan Francis manteve sua fama de nocauteador e colocou Anderson Morais pra dormir no segundo round. Fechando o card preliminar, Fernando Almeida nocauteou Ricardo Pandora em duelo de troca franca de golpes e Jordan Kranio venceu Fabrício Zacarias em equilibrada decisão nos outros duelos de kickboxing do evento.

Resultados:

MMA Até 57kg: Cristiano Pequeno finalizou Onofre Felipe no mata-leão no R1
Kickboxing Até 75kg: Sidney Luciano nocauteou Maicon Ortiz no Round 1
MMA Até 66kg: Alessandro Espicha finalizou Rovilson Nelore no armlock no R1
MMA Até 77kg: Alan Francis nocauteou Anderson Morais no R1
Kickboxing Até 85kg: Fernando Almeida nocauteou Ricardo Pandora no R2
Kickboxing Até 65kg: Jordan Kranio venceu Fabrício Zacarias por decisão unânime dos jurados
MMA Até 57kg: João Alicate venceu Lucas Pivatto por decisão unânime dos jurados
MMA Até 70kg: Antonio Nego venceu Rafael Saddam por decisão unânime dos jurados
MMA Até 66kg: Guilherme Costa nocauteou Thiago Misael no R3
MMA Até 66kg: David Valente nocauteou Washington Mamute no R2
MMA Até 70kg: Alexandre Sangue finalizou Bruno Padilha na chave de pé no R1
MMA Até 84kg: Júlio César Gaúcho finalizou Ariel Machado no mata-leão no R1
MMA Até 57kg: Jennifer Maia venceu Elaine Albuquerque por decisão unânime dos jurados

(Fonte: Assessoria de imprensa)

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *