Dez guerreiros que gostaríamos de ver de volta no Mundial de Masters 2014

Share it
Ginásio de Long Beach em foto de Ivan Trindade

Ginásio de Long Beach em foto de Ivan Trindade

O Mundial de Masters 2014 ainda está um pouco distante, marcado para os dois primeiros dias de novembro.

Mesmo assim, fizemos uma lista de dez competidores que gostaríamos de ver exibindo sua técnica na Pirâmide Walter em Long Beach.

Buscamos listar nomes de atletas que não estão competindo no MMA, e também excluímos os que competiram recentemente em eventos da IBJJF.

Além de serem grandes campeões, os itens da lista têm em comum o fato de que ainda estão ativos, dando aulas e seminários pelo mundo.

1. Marcio Feitosa

Tricampeão mundial na faixa-preta (1997, 2001, 2002), Feitosa é o general de campo da equipe Gracie Barra. Pupilo devoto do mestre Carlos Gracie Jr., ele atualmente ensina no quartel general de Irvine, Califórnia. Conhecido por um jogo altamente técnico, Marcinho apareceu no Mundial pela última vez em 2006, quando perdeu a final para Rubens Cobrinha, que na época ainda estava se estabelecendo como uma lenda no peso-pena. Feitosa tem 38 anos e competiria no master 2.

2. Lana Stefanac

O principal nome feminino no Mundial 2009, Lana Stefanac ficou famosa ao derrotar Kyra Gracie na final do aberto quando ainda era faixa-marrom. Agora faixa-preta e dona da Trinity BJJ, em Oakland, Lana não compete no circuito da IBJJF há um tempo. Ela também se aventurou com sucesso no MMA (6v, 0d), havendo lutado pela última vez em 2008. Lana tem 39 anos e concorreria no master 2.

3. Robert Drysdale

Campeão mundial de 2005, Drysdale é um dentre três atletas nascidos nos EUA que já chegaram ao topo do pódio na faixa-preta (além de BJ Penn e Rafael Lovato). Faixa-preta sob Leo Vieira, Drysdale também é campeão absoluto do ADCC 2007 e agora está fazendo incursões no MMA, tendo recentemente assinado com o UFC. Ele é dono da Drysdale BJJ e ensina em Las Vegas. Aos 33 anos, Drysdale entraria no master 1.

4. Bianca Andrade

A tetracampeã mundial (2005, 2008, 2009, 2010) é um dos maiores nomes da história do Jiu-Jitsu feminino. Vinda de Alagoas, ela já foi profissional de bodyboarding. Famosa por seus armlocks e celebrações efusivas, Bianca agora ensina na Gracie Barra Maceió com o marido faixa-preta, Diojone Farias. Com 41 anos, ela entraria no master 3.

5. Fernando Pontes “Margarida”

Único listado que já foi campeão mundial absoluto, em 2001, Margarida é sempre uma atração. Amplamente considerado como um dos maiores talentos da primeira metade da década de 2000, travou batalhas inesquecíveis com tantos grandes rivais, que é difícil enumerá-los, mas Saulo Ribeiro e Fabio Gurgel são bons exemplos. Margarida tem 34 anos, o que o poria na divisão master 1.

6. Fabio Gurgel

O general tem quatro títulos mundiais (1996, 1997, 2000, 2001). Co-fundador e co-líder do time eneacampeão mundial, a Alliance, Gurgel foi visto pela última vez num tatame da IBJJF em 2010, superando o resto da divisão pesado do Campeonato Europeu. Perito em passagens de guarda, Gurgel é notório por encarar faixas-pretas muito mais novos nos treinos. Ele tem 44 anos e ficaria no master 3.

7. Leonardo Vieira

Campeão do ADCC em 2003 e 2005, e campeão mundial em 1999, Leozinho é mais um dos caras que ajudaram a construir a história do Jiu-Jitsu competitivo. Dono de um jogo empolgante, o fundador e líder da Checkmat é conhecido como estrategista exímio e atleta muito técnico. Numa de suas aparições mais recentes, ele terminou em segundo na divisão até 77kg do ADCC 2011. Leozinho tem 38 anos e estaria no master 2.

8. Vinicius Magalhães

Draculino foi campeão do Pan em três ocasiões (1995, 1996, 1998), mas seus maiores triunfos vieram como professor, na formação de talentos. Uma das três hortas de craques da GB (ao lado do Rio e de Recife), sua escola em Belo Horizonte (ou uma de suas filiais) revelou talentos como Romulo Barral, Felipe Preguiça, Pablo Silva, Samuel Braga, Cristiano “Titi” Lazarini e muitos outros. Draculino, agora líder da GB Texas, tem 43 anos e teria vaga no master 3.

9. Roberto “Gordo” Correa

Campeão mundial em 1996, Correa é faixa-preta de Carlos Gracie Jr. Ele é conhecido como pioneiro da meia-guarda e de suas técnicas de ataque e defesa. Responsável pelo desenvolvimento de muitos grandes faixas-pretas, como Nino Schembri e Celso Venícius, Correa é sem dúvida um dos professores de Jiu-Jitsu de maior renome no planeta. Aos 43 anos, ele pode se inscrever no master 3.

10. Royler Gracie

Royler é líder da Gracie Humaita e um dos protagonistas da história da arte suave. Tetra mundial (1996, 1997, 1998, 1999) e ainda detentor do recorde de lutador mais leve a alcançar o pódio no mundial absoluto, o filho de Helio Gracie é famoso por ter leveza e pressão. Atualmente ensinando em San Diego, Royler tem 48 anos e poderia entrar no master 4.

E você, leitor? Há algum grande lutador maduro que você gostaria de rever competindo este ano?

Koral_banner_site_rodape

Ler matéria completa Read more
There are 18 comments for this article
  1. Lourenço Filho Antonio Emilio at 4:21 am

    Claro que faltaram nomes importantes nesta lista, mas seria bom demais ver essa turma em ação.
    O exército do saudoso Carson Gracie é um exemplo. Gostaria muito de ver o Dedé Pederneiras, Amaury Bitetti, Wallid Ismail, Murilo Bustamant, Ricardo Arona, Carlão Barreto, caindo no tatame novamente.
    Muito bom!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *