Jiu-Jitsu: um tributo aos 40 anos de Ryan Gracie

Share it

Se estivesse entre nós, Ryan Gracie hoje completaria 40 anos. Filho de Robson e irmão de Renzo, Ryan marcou época no extinto Pride japonês. O professor de Jiu-Jitsu colecionou cinco vitórias e duas derrotas em sua meteórica carreira no MMA.

Enquanto professor, criou sua própria equipe de Jiu-Jitsu em São Paulo, o Team Ryan Gracie.

Para lembrar do Gracie, garimpamos um vídeo com seus melhores momentos. Confira!

Koral_banner_site_rodape

Ler matéria completa Read more
There are 14 comments for this article
  1. Rafa Teixeira at 6:53 pm

    O Ryan era um excelente lutador e um péssimo exemplo fora do ringue! Mau exemplo em todos sentidos, usava drogas batia em mais fracos e menos favorecidos, muito já vi ele em festas ou praias sozinho ou com uma gang de amigos espancando outras pessoas de graça simplesmente por nada somente por diversão! Até com facas e ganchos já presenciei isso, então parem de hipocrisia de ficarem endeusando ele somente por ele ser um Gracie, existem muitos atletas que merecem tributos e homenagens por serem grandes lutadores e exemplos…. Quem não tem carater não merece homenagens

  2. Leandro Chambarelli at 7:18 pm

    Um exemplo….de como uma lutador não deve ser. Só pegou frango em lutas escolhidas no Japão. Quando lutou com o Sakuraba entrou todo enfaixado parecendo uma múmia pra demostrar que estava machucado. Não colecionou NENHUM título de grande expressão no jiu-jitsu. Batia em leigos na rua, sempre na presença de seus amiguinhos. Apenas colecionou inimigos. Era covarde pois se garantia sempre na família pra acobertar suas merdas. Homenagens??? Da um tempo Gracie Barra, ou melhor, Gracie Mag.

  3. Lourenço Filho Antonio Emilio at 4:15 am

    Ryan era virtuoso na arte suave. Um excelente lutador, porém não teve controle sobre a sua vida pessoal. Uma pena.
    Só sabe quem conviveu com a pessoa.
    Perder alguém conhecido, parente ou amigo, é muito ruim.
    Criticar após a morte é "bater em cachorro morto".
    Se não gostava das atitudes da pessoa basta não repetí-las, ou melhor, procure fazer o certo.
    O cara era um "casca grossa" e "fera braba". Tempo ruim no tatame o tempo todo.
    Que esteja em bom lugar e descanse a alma!
    Oss!

  4. Pingback: Tributo aos 40 anos de Ryan Gracie | Vem na mão | Uma porrada de notícias sobre o mundo MMA

Deixe um comentário para Diego Cesar Cancel comment reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.