FOTOS: Moicano finaliza e Capoeira vence em disputas de cinturão do Jungle 71

Share it
Com apenas um braço, Moicano arrocha Marreta e finaliza. Foto: Carlos Arthur Jr.

Com apenas um braço, Moicano arrocha Marreta e finaliza. Foto: Carlos Arthur Jr./GRACIEMAG

O Jungle Fight 71 consagrou dois novos campeões na noite deste sábado, no ginásio do Canindé, em São Paulo-SP. Na categoria dos penas (até 66 kg), Renato Moicano finalizou Ismael Marreta com um estrangulamento usando apenas um dos braços e conquistou o cinturão interino. Já na categoria dos meio-médios (até 66 kg), Elizeu Capoeira nocauteou Itamar Rosa para se tornar o novo campeão do peso.

Renato Moicano se tornou campeão interino dos pesos-penas (até 66 kg) do Jungle Fight ao finalizar o jovem Ismael Marreta com um justo estrangulamento ainda no primeiro round. O combate começou estudado, com Marreta tentando manter a trocação e Moicano tentando levar o duelo para a sua zona de conforto, no chão. Lá, Moicano pegou as costas e, com apenas um braço, pressionou o pescoço do adversário até ele bater. Com a vitória, ele agora se credencia para disputar o cinturão pleno da categoria contra o campeão Alexandre Capitão, atualmente se recuperando de uma lesão no joelho.

Além da vitória, vale destacar também um outro momento de Renato Moicano. Antes de agradecer seus companheiros de treinos na Constrictor Team, de Brasília, ele pediu a sua esposa Priscila em casamento, arrancando aplausos da galera.

Elizeu Capoeira nocauteia Itamar Rosa e fatura cinturão dos meio-médios

Cristiano Marcello comemora com Eliseu Capoeira a conquista do cinturão. Foto: Carlos Arthur Jr./GRACIEMAG

Cristiano Marcello comemora com Eliseu Capoeira a conquista do cinturão. Foto: Carlos Arthur Jr./GRACIEMAG

Elizeu Capoeira conquistou o cinturão dos meio-médios (até 77 kg) do Jungle Fight em uma apresentação impecável. Com o seu afiado e conhecido jogo de trocação, ele mandou o duro Itamar Rosa para a lona nos primeiros minutos de combate. Agora campeão, ele herda o título que estava vago desde a ida de Rodrigo Monstro para o UFC.

Como uma máquina, Fabiano Soldado vence Bruno Beirute com castigo por cima

Soldado ataca por cima e garante sua vitário no Jungle. Foto: Carlos Arthur Jr./GRACIEMAG

Soldado ataca por cima e garante sua vitário no Jungle. Foto: Carlos Arthur Jr./GRACIEMAG

Fabiano Soldado superou Bruno Beirute por nocaute técnico ainda no primeiro round. Momentos antes de definir a luta, ele precisou de muita paciência para não ser finalizado em um arm-lock muito bem encaixado por Beirute. Pouco mais de um minuto na posição, Soldado conseguiu se desvencilhar e imprimir um ritmo intenso de golpes em Beirute até o árbitro interromper o combate.

Mexicano nocauteia brasileiro com um ground and pound potente

José "Suavesito" após nocautear fulano em sua luta. Foto: Carlos Arthur Jr./GRACIEMAG

José “Suavesito” após nocautear Guilherme Henrique em sua luta. Foto: Carlos Arthur Jr./GRACIEMAG

José Suavecito manteve a sua invencibilidade no MMA ao nocautear o brasileiro Guilherme Henrique com uma sequência brutal no ground and pound ainda no primeiro round. Os golpes foram tão potentes que Henrique ficou desacordado por alguns instantes.

Chileno finaliza mexicano em duelo internacional

Manzur e a chave de joelho que despachou Ismael. Foto: Carlos Arthur Jr./GRACIEMAG

Manzur e a chave de joelho que despachou Ismael. Foto: Carlos Arthur Jr./GRACIEMAG

O chileno Gaston Manzur deu um show no combate contra o mexicano Ismael Vasquez. Logo no início, ele foi surpreendido com um direto do adversário, que o acertou em cheio, o levando ao chão. Só que o chão é sua casa. Com uma omoplata, ele inverteu a posição e passou a controlar a luta por cima até o fim do primeiro round. No segundo, ele que buscou o chão, e com uma justa chave de joelho obrigou o mexicano a bater.

Davi Tatá supera Diego Faísca em combate movimentado no solo

David "Tata" investe no pé e mostra ótimo nível no chão. Foto: Carlos Arthur Jr./GRACIEMAG

David “Tata” investe no pé e mostra ótimo nível no chão. Foto: Carlos Arthur Jr./GRACIEMAG

A luta em que David Tatá venceu Diego Faísca por decisão unânime foi um prato cheio para os fãs do Jiu-Jitsu. Após diversas tentativas dos mais variados tipos de golpes, como triângulo, mata-leão, guilhotina, armlock e chave de joelho, David Tatá conquistou os três rounds do disputado combate e emplacou mais uma vitória dentro da organização.

Com trocação refinada, Marcus Nuguette supera Rene Soldado

Marcus Nuguette conecta joelhada no combate contra Soldado. Foto: Carlos Arthur Jr./GRACIEMAG

Marcus Nuguette conecta joelhada no combate contra Soldado. Foto: Carlos Arthur Jr./GRACIEMAG

Marcus Nuguete estreou muito bem no Jungle Fight. Pela frente ele teve o duríssimo Rene Soldado, que vendeu caro a derrota. No primeiro round, Soldado levou para a sua zona de conforto, o solo. Lá, ele castigou Nuguette no ground and pound. Mas o carioca aguentou firme e foi para o round seguinte para decidir. Com boas combinações de socos e joelhadas, ele atordoou Rene Soldado e manteve os golpes até o árbitro interromper o duelo.

Confira abaixo os resultados completos do Jungle Fight 71:

Renato “Moicano” finalizou Ismael “Marreta” no estrangulamento aos 2min59 do R1
Elizeu “Capoeira” nocauteou Itamar Rosa a 1min59s do R2
Fabiano “Soldado” venceu Bruno “Beirute” por nocaute técnico aos 4min27s do R1
José “Suavecito” Diaz nocauteou Guilherme Henrique aos 4min35s do R1
Ciro “Bad Boy” venceu Lucio Curado na decisão unânime dos jurados
Gaston Manzur finalizou Isamel Vasquez na chave de joelho reta a 1min56s do R2
David “Tatá” da Silva venceu Diego “Faísca” na decisão unânime dos jurados
Marcus “Nuguette” venceu Rene “Soldado” por nocaute técnico aos 2min08 do R2
Erick “Parrudo Barbosa venceu João Picirilo por nocaute técnico a 1:45 do R1

Ler matéria completa Read more
There is 1 comment for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *