UFC 175: Chris Weidman supera Machida e Ronda Rousey atropela Davis

Share it
Weidman controlou o combate e defendeu o cinturão peso médio. Foto: UFC

Weidman controlou o combate e defendeu o cinturão peso médio. Foto: UFC

Mais uma vez, o UFC preparou um card galática para o feriado da independência dos EUA. No dia 5 de julho, em Las Vegas, o UFC 175 levou aos fãs de MMA duas disputas de cinturão.

No combate principal, Chris Weidman superou Lyoto Machidana decisão dos jurados. Já no co-evento, Ronda Rousey não tomou conhecimento de Alexis Davis e nocauteou com apenas 16s de combate. (REVEJA O COMBATE)

Outra notícia relevante no card foi o cancelamento do combate entre Stefan Struve e Matt Mitrione. Struve, enquanto se aquecia para sua luta, desmaiou e foi levado ao hospital. (CONFIRA AQUI)

Weidman domina e defende o título peso médio

No combate mais esperado da noite, Chris Weidman tinha pela frente o sedento Lyoto Machida em combate valendo o cinturão peso-médio do UFC. Lyoto, ex-campeão peso meio-pesado do Ultimate, busca um lugar ao lado de Randy Couture e BJ Penn como atleta campeão em duas divisões diferentes do UFC. Porém, para alcançar a conquista, teria que superar o jovem Weidman, que em suas duas últimas lutas venceu ninguém menos que o lendário Anderson Silva.

No combate, o esperado. Weidman investia em fortes golpes na trocação, enquanto Lyoto evadia e respondia no contra-ataque. Weidman tentou derrubar o brasileiro, mas o trabalho de defesa de quedas estava em dia por parte de Lyoto.

Na trocação, Weidman  mostrou que estava apto a disputar com o feroz karateca. Bons golpes e sempre andando para frente, Weidman dominou em pé por boa parte do combate. Socos e cotoveladas tiravam a pujança de Lyoto, que respondia como podia. Algumas quedas do feroz wrestler também contabilizaram pontos importantes.

O ritmo do combate só mudou no final do terceiro e início do quarto assalto, quando Lyoto conseguiu encaixar algumas sequencias e balançar o atual campeão. Mas o queixo de Weidman também estava presente no combate. Absorvendo as investidas do brasileiro, Weidman administrou, derrubou, e até chegou perto de finalizar no quinto assalto. Lyoto escapou do sufoco e deu tudo de si nos 10 segundo finais do combate. Sem sucesso. Vitória incontestável de Chris Weidman em uma luta memorável.

Bruno Carioca vence e demais brasileiros perdem na decisão

Ainda no card principal, Thiago Marreta enfrentou Uriah Hall. Mostrando dominância no combate, Hall abaixou a guarda, golpeou da maneira que quis e trouxe  certo receio ao brasileiro, que tentava sem cansar atingir seu adversário. Fato curioso do combate foi que Uriah Hall sofreu grave lesão no dedo do pé, que quebrou de forma exposta durante a luta. Sem esmaecer  pela lesão, Iruah dominou os três assaltos e venceu na decisão.

No card preliminar, no qual atuaram três brasileiros, apenas um saiu com a vitória. Bruno Carioca, que enfrentou Chris Camozzi na divisão de médios, teve trabalho para colocar o grandalhão no solo, mas quando o fez, trabalhou bem por cima e contabilizou importantes pontos para vencer na decisão dividida dos jurados. Menor sorte para Ildemar Marajó e Guilherme Bomba, que foram superados na decisão unânime em seus combate.

Destaque também para a ágil finalização de Urijah Faber sobre Alex Caceres, com um estrangulamento justo pelas costas. (REVEJA O COMBATE)

Confira os resultados completos:

UFC 175
Las Vegas, Nevada
5 de julho de 2014

Chris Weidman venceu Lyoto Machida na decisão unânime dos jurados
Ronda Rousey nocauteou Alexis Davis aos 16s do R1
Stefan Struve x Matt Mitrione foi cancelado
Uriah Hall venceu Thiago Marreta na decisão unânime dos jurados
Russell Doane venceu Marcus Brimage na decisão dividida dos jurados

Card preliminar

Urijah Faber finalizou Alex Caceres no mata-leão a 1min09s do R3
Kenny Robertson venceu Ildemar Marajó na decisão unânime dos jurados
Bruno Carioca venceu Chris Camozzi na decisão dividida dos jurados
Rob Font nocauteou George Roop aos 2min19s do R1
Luke Zachririch venceu Guilherme Bomba na decisão unânime dos jurados
Kevin Casey venceu Bubba Bush por nocaute técnico a 1min01s do R1

Ler matéria completa Read more
There are 2 comments for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *