Caio Terra comenta treinos de Alexis Davis para vencer Ronda Rousey no UFC

Share it
Caio Terra (dir.) com Flávio Meier e Alexis Davis após o treino. Foto: Reprodução

Caio Terra (dir.) com Flávio Meier e Alexis Davis após o treino. Foto: Reprodução

Bicampeão mundial de Jiu-Jitsu, Caio Terra vem se colocando como um bom técnico além de um ótimo competidor. Investindo mais no lado professor, Caio vai para sua segunda participação em treinos de desafiantes a cinturão do UFC.

Em 2012, Caio Terra aprimorou o jogo de solo de Carlos Condit para enfrentar Georges St-Pierre em uma missão complicada. Agora, o desafio foi amolar o Jiu-Jitsu da faixa-preta Alexis Davis, que encara campeã Ronda Rousey no co-evento principal do UFC 175, que rola no próximo sábado, dia 5 de julho.

A missão é fazer com que Alexis supere a campeã em suas temidas quedas e seu letal armlock. Caio diz que as quedas são inevitáveis, mas quanto ao armolck uma dica: “Jiu-Jitsu se vence com Jiu-Jitsu”.

Confira a entrevista do nosso Nalty Junior com o professor Caio Terra:

GRACIEMAG: Caio, você tem treinado alguns caras no MMA e agora vai estar no corner da Alexis. Como você ahca que vai ser a luta?
Caio Terra: Eu acredito muito na Alexis. Ronda é uma atleta dura para qualquer um, mas eu sei que nosso plano de jogo e estratégia vão prevalecer. A Alexis treinou forte e melhorou muitos aspectos em pouco tempo, por isso acho que seguirmos nosso plano coisas boas irão acontecer.

Falando de estratégia, qual o plano para lidar com o jogo de quedas da judoca Rousey?
Não tem como evitar que a Ronda Rousey te leve para o chão e derrubar ela é uma tarefa tão difícil quanto ficar de pé. Se você conseguir derrubar a Ronda você pode pedir seu lugar nos Jogos Olímpicos. Ela treinou o trabalho de quedas durante toda a vida, no Judo. Mas essa é a beleza do Jiu-Jitsu, sempre que você leva ou é levado para o chão, você sabe que ali é o seu lugar bom para se estar.

Então você não está preocupado com as quedas, mas enquanto ao armlock? Qual a estratégia?
Bem, isso é o que nós temos que saber e você tem que descobrir durante a luta. Não tem muito segredo, Ronda gosta do armlock. Mas a melhor maneira de vencer o Jiu-Jitsu é com o Jiu-Jitsu. Eu acho que estamos preparados. Vamos ver.

Essa é a segunda vez que você ajuda em uma disputa de título no UFC. Você já pensou em migrar para treinador de MMA?
Eu amo o Jiu-Jitsu e sempre vou amar. Ele mudou minha vida de uma maneira que eu jamais iria imaginar. Eu descobri há pouco tempo que eu gosto tanto de competir quanto de ser treinador. Treinar atletas me da a oportunidade de ajudar nos sonhos de outras pessoas, e caminhar nos sonhos delas é sensacional. Enquanto o Jiu-Jitsu for parte do MMA eu estarei com estes competidores. Mas sem esquecer que a minha paixão é o Jiu-Jitsu.

UFC 175
Las Vegas, Nevada
5 de julho de 2014

Chris Weidman x Lyoto Machida
Ronda Rousey x Alexis Davis
Stefan Struve x Matt Mitrione
Thiago Marreta x Uriah Hall
Marcus Brimage x Russell Doane

Card preliminar

Urijah Faber x Alex Caceres
Ildemar Marajó x Kenny Robertson
Bruno Carioca x Chris Camozzi
George Roop x Rob Font
Guilherme Bomba x Luke Zachrich
Kavin Casey x Bubba Bush

Ler matéria completa Read more

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *