Cinco dicas para você não perder mais o armlock no Jiu-Jitsu

Share it
Herbert Burns em ação, no Brasileiro sem Kimono Foto: Gustavo Aragão/GRACIEMAG.com

Herbert Burns ajusta o armlock em competição de Jiu-Jitsu. Foto: Gustavo Aragão/GRACIEMAG.com

Na lição sobre Jiu-Jitsu de hoje, GRACIEMAG convocou o faixa-preta e lutador do One FC Herbert Burns para falar sobre o armlock, uma das finalizações mais emblemáticas da arte suave.

Atleta da Evolve MMA, o estudioso Herbert listou abaixo alguns pontos importantes para você não deixar o braço adversário escapar da sua guarda.

1. Pressão nos joelhos

“A pressão dos joelhos é essencial para você arrochar o cotovelo adversário. Quanto mais você conseguir pressionar seus joelhos, mais justo será o seu armlock. Não fique nervoso com a movimentação do oponente, faça o ajuste certo e você irá finalizar”.

2. Faça a pegada dominante

“A pegada mais apropriada para o armlock é sua palma da mão contra a palma da mão do adversário. Com essa pegada dominando, o oponente não consegue girar o dedão para tentar escapar do arrocho”.

3. Calcanhares para baixo

“Force os calcanhares para baixo, dessa maneira você evita que o seu adversário jogue o peso sobre você. Um exemplo bom é no armlock da guarda fechada, onde a pressão dos calcanhares é essencial. Com isso, o adversário não tem como puxar o braço”.

4. Sempre utilize as duas mãos

“Quando você usa as duas mãos contra uma do adversário, você evita a defesa do mata-leão e anula a pegada dele no kimono. Além disso, você faz o oponente gastar força e abre caminho para a finalização. Nunca se afobe ao esticar o braço adversário, ajuste suas pegadas primeiro”.

5. Contra adversários flexíveis

“Contra adversários flexíveis sempre puxe o braço do adversário num angulo diagonal, para fora do seu corpo. Assim você aumenta sua alavanca de força”.

Ler matéria completa Read more
There are 4 comments for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *