KLB vence Danilo Souza na luta principal do WOCS 35

Share it
Luiz KLB na vitória sobre Felipe Avelar na luta principal. Foto: Welington Borges

Luiz KLB na vitória sobre Danilo Souza na luta principal. Foto: Welington Borges

Neste sábado, 14 de junho, o Oásis Clube, no Rio de Janeiro, recebeu a 35ª edição do Wocs (Watch Out Combat Show). Após Gugu Besouro não bater o peso e a luta contra Luis Beição, válida pelo cinturão dos meio-médios não acontecer, uma fatalidade alterou de última hora o duelo que foi promovido a principal do evento.

Luiz Henrique “KLB” (TFT) enfrentaria Leandro da Silva (Relma Combat), mas a avó de Leandro faleceu, fazendo com que ele saísse do combate. KLB, então, encarou Danilo Souza, também da Relma Combat pela categoria dos meio-pesados (até 93kg), e alcançou a vitória na decisão unânime dos juízes, a quinta de sua carreira. A próxima edição do show acontece dia 18 de julho, em Três Rios, interior do Rio de Janeiro.

A mudança de última hora fez com que Luiz Henrique “KLB” e Danilo Souza começassem cautelosos, se estudando muito. Mas não demorou para o atleta da TFT tomar a iniciativa do combate e terminar melhor o primeiro round, aproveitando-se da sua maior envergadura para dominar o centro do cage, com golpes precisos, enquanto seu adversário mirava somente os chutes baixos. E depois de três rounds atuando de forma soberana, KLB pôde comemorar a vitória, na decisão unânime dos juízes.

“Agradeço ao meu adversário, que aceitou a luta em cima da hora e fez um combate duríssimo até o fim. Ele também é um grande vencedor. Não posso esquecer da minha equipe TFT. Somos poucos, mas muito unidos e isso que vale”, afirmou KLB.

Nocautes levantam o público

Na co-luta principal, em um confronto marcado pela trocação, Felipe Avelar (Titi JJ) uniu sua velocidade a golpes certeiros, para derrotar Daniel Oliveira (PRVT) na decisão unânime dos juízes, em duelo válido pelo peso médio (até 84kg). Em um dos combates mais esperados da noite, pela divisão dos leves (até 70kg), Thiago Paulista (RFT) e Felipe Nilo (Team Nogueira) protagonizaram um combate eletrizante e repleto de reviravoltas. E após tanta igualdade, a decisão ficou novamente nas mãos dos juízes laterais, que deram a vitória para Thiago Paulista por decisão unânime na melhor luta da noite.

Na terceira luta da noite, Mauro Pedra (DTM), com uma atuação avassaladora, nocauteou ainda no primeiro round Anderson de Jesus (PRVT), que entrou no card de última hora, substituindo o companheiro de equipe Michael Deiga em duelo pelo peso galo (até 61kg). Na sequência, também pela categoria dos galos, Lucas Rodrigues (Relma Combat), ignorou a torcida para Fabio “Larvinha” (TFT) e no segundo round, acertou um chute na costela do adversário, derrubando-o. Para terminar o duelo, castigou no ground and pound até a interrupção do juíz, garantindo a vitória por nocaute técnico.

Na abertura do Wocs 35, pela divisão dos meio-medios (até 77kg), um duelo equilibrado e de muita movimentação, marcou a vitória por decisão unânime de Gabriel Barreiro (Caverna Team) sobre Elton Batoré (TFT). Na segunda luta da noite, apoiado pela torcida, Thiago Araújo (TFT), também venceu na decisão unânime, Gustavo Fabrício (PRVT), que ultrapassou em 3kg o limite da categoria peso-mosca (até 57kg), na pesagem. O combate foi disputado em peso combinado.

Próximo evento marca estreia do Wocs no interior do Rio de Janeiro

A próxima edição do Wocs já tem data e local confirmados: será na cidade de Três Rios, no Rio de Janeiro, no dia 18 de julho. Essa será a primeira vez em que o evento chega a uma cidade do interior do estado.

“Com a ajuda do André Tadeu e o apoio do prefeito Vinícius Farah conseguimos levar o Wocs para o interior do Rio e esperamos uma edição de muito sucesso. Nossa ideia é priorizar atletas da região, já que recentemente tivemos um bom exemplo de como o interior tem grandes lutadores. O Wagnão que participou do TUF III, de Viçosa, interior de Minas Gerais é a prova disso.”, confia Tatá Duarte, um dos organizadores do evento, junto com Phillip Lima.

Wocs 35
Clube Oásis, Rio de Janeiro
14 de junho de 2014

Até 93,4kg: Luiz Henrique “KLB” (TFT/Infight) venceu Danilo Souza (RELMA) por decisão unânime dos juízes
Até 84,3kg: Felipe Avelar (Titi JJ) venceu Daniel Oliveira (PRVT) por decisão unânime dos juízes
Até 70,7kg: Thiago Paulista (RFT) venceu Felipe Nilo (Team Nogueira) por decisão unânime dos juízes
Até 61,6kg: Lucas Rodrigues (RELMA) venceu Fabio “Larvinha” (TFT) por nocaute técnico aos 2min e 30seg do segundo round
Até 61,6kg: Mauro Pedra (DTM) venceu Anderson de Jesus (PRVT) por nocaute aos 1min 25seg do primeiro round
Até 57,2kg: Thiago Araújo (TFT/Infight) venceu Gustavo Fabrício (PRVT) por decisão unânime dos juízes
Até 77,5kg: Gabriel Barreiro (Caverna Team) venceu Elton Batoré (TFT) por decisão unânime dos juízes

(Fonte: Assessoria de imprensa)

Ler matéria completa Read more

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.