Gustavo Coelho e Matheus Nicolau brilham no Brasil Fight 360°

Share it
Matheus Nicolau aplicou belo nocaute no evento. Foto: Divulgação

Matheus Nicolau aplicou belo nocaute no evento. Foto: Divulgação

A explosão dos fãs nas arquibancadas do Clube Labareda, em Belo Horizonte, já retratava o tamanho do feito de Gustavo Coelho. Após 14 meses se recuperando de uma grave fratura na perna esquerda, o atleta subiu novamente no cage da organização na noite da última sexta-feira, dia 6 de junho, na principal luta do Brasil Fight 360º, e nocauteou o experiente Leandro Sete-Bala no segundo round do combate. Mineiro da capital, Gustavo conquistou sua 11ª vitória na carreira, e fez da luta um momento inesquecível.

“Só quem esteve ao meu lado durante o período da minha recuperação sabe pelo que passei para chegar até aqui. Dedico essa vitória a todos que me apoiaram. Foi tudo muito difícil, mas consegui dar a volta por cima e vencer um adversário muito duro. Nunca mais vou esquecer desse dia”, comemorou o lutador de 31 anos, após ter o braço erguido e fazer a alegria de seu torcida, presente em grande número.

Com o corte de cabelo inspirado em Vitor Belfort, amigo e líder de sua atual equipe, a Belfort Team, Coelho revelou contato com o lutador do UFC pouco antes da luta. “O Vitor me ligou quando estava vindo para o ginásio, ele e a Joana (Prado, esposa de Belfort). Eles me desejaram muito sucesso nessa volta, falaram que fariam uma oração para me abençoar na luta, e deu tudo certo. Estou muito feliz”.

Companheiro de treinos de José Aldo nocauteia mais um no Brasil Fight

Em sua quarta participação no cage da organização, Matheus Nicolau foi mais uma vez arrasador. No co-main event da noite, em pouco mais de dois minutos de luta, o atleta da Nova União foi para cima e, com um cruzado de esquerda, mandou Pedro Kezen à lona em um belo nocaute, o terceiro lutando pelo Brasil Fight.

Mesmo com a apresentação irrepreensível, o atleta de 21 anos espera ainda maior evolução na carreira. “Fico feliz em ser visto como uma das grandes revelações do MMA nacional, e saber que muitos gostam de me ver lutando. Evito ser comparado aos grandes nomes, mas quero seguir evoluindo e quero subir degrau por degrau na carreira”.

Ainda no card principal, Carlos Soares levou a melhor sobre Ramon Cyborg na luta mais equilibrada da noite. A decisão pelo vencedor foi dividida entre os juízes laterais, com o terceiro round a favor de Carlos Soares sendo decisivo para o julgamento. Pedro Curiri anotou a única finalização no card principal da noite, com sua guilhotina sobre Filipe Havy no primeiro round.

Já pelo card preliminar, o destaque ficou por conta de Dênis Três Dedos. O atleta conquistou sua quarta vitória em quatro lutas no MMA profissional ao superar Fabio Sucuri no segundo round, após desistência verbal do oponente. Com a bela apresentação, Deninho, como é conhecido, faturou o bônus Kit Adidas de lutador destaque da noite.

Kajuru levanta a galera na apresentação do show

Outra grande atração do Brasil Fight 360º foi a participação de Jorge Kajuru na apresentação do show. Esperado para ser announcer, o jornalista optou apenas por abrir a noite de lutas, apresentando o evento ao público presente no Clube Labareda.

Feliz com a incumbência e com a resposta que veio das arquibancadas, Kajuru revelou que foi o Brasil Fight que o fez passar a gostar de MMA. “Esse é um dos torneios de lutas mais bem organizados que existe no país. Recebi o convite para estar aqui e aceitei na hora. Já enjoeei um pouco de futebol, e esse tipo de evento me faz gostar mais de lutas. Recebi até ligações de amigos, como o José Luiz Datena, reclamando que eu não entendia nada de futebol e saberia menos de lutas ainda”, contou, aos risos.

Brasil Fight 360º – Resultados oficiais

 

Gustavo Coelho venceu Leandrosete-Bala por nocaute técnico aos 4min15s do R2
Matheus Nicolau venceu Pedro Kezen por nocaute aos 2min17s do R1
Carlossoares venceu Ramon Cyborg na decisão dividida dos jurados
Pedro Curiri finalizou Filipe Havy na guilhotina aos 3min28s do R1

Card Preliminar

Dênis Três Dedos venceu Fábio Sucuri por nocaute técnico (desistência verbal) aos 3min8s do R2
Daniel Moraleida finalizou Rejão Trator aos 2min37s do R1
Erikson Costa venceu Edipo Pow por nocaute técnico aos 4min21s do R1
Bruce Souto finalizou Eliseu Matsuuda no mata-leão aos 2min49s do R2
Marlon Kid venceu Lucas Bigous na decisão unânime dos jurados
Fagner Rakchal venceu Raphael Caixeta por nocaute aos 48s do R1

Ler matéria completa Read more

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.