Um treino histórico para o Jiu-Jitsu feminino antes do Mundial 2014

Share it
Leticia Ribeiro com as campeãs mundiais Carol Vidal, Leka Vieira, Beatriz Mesquita, Ana Laura Cordeiro e a faixa-azul Brenda Heller. Foto: Arquivo Pessoal

Leticia Ribeiro com as campeãs mundiais Carol Vidal, Leka Vieira, Beatriz Mesquita, Ana Laura Cordeiro e a faixa-azul Brenda Heller. Foto: Arquivo Pessoal

Colecionadora de ouros no Jiu-Jitsu, a professora Leticia Ribeiro (Gracie Humaitá) realizou nesse sábado, 17 de maio, a primeira parte de seu camp para o Mundial da IBJJF, exclusivamente para mulheres. No dojô da Gracie Barra Burbank, na Califórnia, a faixa-preta conseguiu reunir uma verdadeira constelação do Jiu-Jitsu feminino. Estavam lá as campeãs mundiais Leka Vieira, Ana Laura Cordeiro, Beatriz Mesquita e Carol Vidal, entre outras lutadoras de talento.

“Foi uma experiência incrível. Além das faixas coloridas, pudemos treinar com cinco faixas-pretas campeãs mundiais”, comentou Brenda Heller, faixa-azul peso-pena da Gracie Humaitá. “É raro de ver cinco campeãs assim no mesmo tatame. É muito bom termos um camp reservado apenas para as meninas, a gente aprende muito. Foi realmente uma grande oportunidade”.

Leticia volta a treinar com suas alunas e amigos neste domingo, na escola Gracie Barra Burbank.

E você, vai competir no Mundial de Jiu-Jitsu no fim de maio? Comente sobre seu camp. Para ver quem está inscrito, clique aqui.

Para garantir seu nome, visite IBJJF.org, aqui. As inscrições vão somente até amanhã, segunda-feira.

Ler matéria completa Read more
There are 5 comments for this article
  1. Rafael Marangoni at 1:41 pm

    Feliz em ver um treino como esses, as mulheres já chegaram a muito tempo atrás no jiu-jitsu, deveriam ser mais valorizadas em campeonatos e no dia dia.
    Fã de Leka Vieira e Leticia Ribeiro.

  2. Jackson Santos at 6:53 pm

    as meninas super poderosas…kkk…brincadeiras a parte…isso é mais um exemplo que a arte suave não tem distinções, as mulheres confirmando sua presença no esporte…Oss!!!

  3. Bruno Barros at 9:21 pm

    Acho que ela quis mostrar que elas mesmo sendo de academias diferentes, todas estão unidas para massificar ainda mais o jiu-jitsu entre as mulheres.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *