Roger Gracie treina forte de kimono mas adia retorno para o Mundial 2015

Share it
Braulio e Victor Estima Roger Gracie e Lagarto durante treino na Inglaterra Foto DIvulgacao

Bráulio, Victor, Roger e Lagarto após treino forte na Inglaterra: o Gracie tem se preparado forte há um mês. Foto: Divulgação

No México, no fim do mês de março, durante o camp da família – o Gracie Adventures – o craque Roger Gracie já dera demonstrações de que a boa forma estava voltando.

Durante as sessões de treinos de kimono com primos e alunos na ensolarada Playa del Carmen, o faixa-preta de 32 anos esbanjou categoria, relembrando as finalizações e a pressão peculiar que o levaram ao tricampeonato mundial absoluto, feito inédito até hoje no Jiu-Jitsu.

Ao retornar para o clima mais fechado de Londres, Roger seguiu com os treinos de pano. Há um mês, o Gracie tem afiado as técnicas e suado o kimono juntamente com os camaradas Bráulio Estima, Lucio Lagarto e Victor Estima.

Estaria o campeão planejando sua volta, já neste Mundial de Jiu-Jitsu 2014, no fim deste mês? Fizemos a pergunta ao próprio Roger, que respondeu rápido:

“Não, o campeão não voltou ainda não. Foi quase! Chegou muito perto. Mas no ano que vem eu volto, quase certeza. Os treinos foram excelentes, mas faltou um pouco mais de tempo para eu me preparar”, justificou Roger.

Ainda assim, o treinamento não foi em vão, pois os companheiros de Gracie Barra querem fazer bom proveito deles:

“Eu sempre treino com o Roger quando posso”, comenta Bráulio Estima, professor na GB Birmingham, cidade a 160km de Londres. “Como o Campeonato Mundial está chegando, a gente fez mais um intensivo. Estamos treinando com bastante frequência há coisa de um mês, e estou confiante. Vou lutar no meio-pesado e me jogar no absoluto”, conta o Carcará.

Confira aqui quem mais está dentro do Mundial da IBJJF, que já tem entre os inscritos André Galvão, Roberto Cyborg, Alexander Trans, João e Paulo Miyao, Leandro Lo e outras feras.

E relembre Roger Gracie em ação no Mundial 2007, contra Robert Drysdale:

Ler matéria completa Read more
There is 1 comment for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *