Chael Sonnen exclusivo: “Com Wand e Vitor Belfort minha carreira fica completa”

Share it
Chael Sonnen abre o verbo em entrevista exclusiva. Foto: Nalty Jr./GRACIEMAG

Chael Sonnen abre o verbo em entrevista exclusiva. Foto: Nalty Jr./GRACIEMAG

Polêmico, surpreendente e franco. Foi assim que o treinador do “TUF Brasil 3” Chael Sonnen apresentou-se, em entrevista exclusiva ao GRACIEMAG.com, nos bastidores do UFC em Orlando, Flórida. Em papo solto com Nalty Jr, o wrestler americano abordou questões relacionadas ao reality show da TV Globo, falou sobre o arquirrival Wanderlei Silva e traçou seus novos planos para a carreira no UFC: encarar Vitor Belfort.

“Em algum momento nossos caminhos vão se cruzar. Dois caras que eu preciso enfrentar para minha carreira ficar completa são Wanderlei Silva e Vitor Belfort”, disse Sonnen.

O falastrão americano também comentou sobre Jiu-Jitsu esportivo, voltou a falar da admiração que tem pelo jogo de Saulo Ribeiro e outros assuntos que o leitor do maior portal de Jiu-Jitsu vai curtir. Para assistir à conversa completa, clique aqui.

Confira abaixo os melhores trechos da entrevista de Chael Sonnen:

GRACIEMAG.com: Muito se fala do programa, das picuinhas e rixas. Mas e sobre os treinos e os lutadores? Como você avalia o nível técnico deste “TUF Brasil”, no ar na Globo?

CHAEL SONNEN: O maior problema foi lidar com o comportamento volátil do Wanderlei. Tinha dias que ele aparecia irado, em outros ele estava polido, no outro bravo… Então não sabia o que esperar dele. Por outro lado, ser técnico do “TUF” muitas vezes é motivar os atletas, e ele fazia isso muito bem. Isso sem falar do nível técnico de seus assistentes. Eu mesmo observei e aprendi muito. Mas não fiquei atrás. Meu assistente, o Vinny “Pezão” Magalhães é um ótimo grappler, inclusive já venceu o Fabrício Werdum. Ele é meu camarada, e por isso às vezes eu até esqueço como ele é bom. Ele recebeu aulas do Saulo Ribeiro, que eu considero o melhor lutador de Jiu-Jitsu que já existiu.

E a luta entre vocês? Seu combate com Wanderlei Silva vai acontecer no dia 5 de julho?

A final do “TUF” é sempre entre os treinadores. Mas está difícil fazer esta luta acontecer. Eu não quero posar de valentão e ficar cobrando. Se ele vier a público dizer que não quer lutar, eu saio de cena, paro de falar dele, de implicar e de ridicularizá-lo. Mas ele diz que quer muito lutar, então tenho de esperar. Ele é o tipo de cara capaz de abandonar o programa no primeiro dia. Claro, eu sabia que era mentira. Um cara que faz vídeo para a internet não abandonaria um programa de televisão. Mas tive de lidar com todo o drama. Respondendo, não sei se esta luta vai se materializar ou não.

Na sua opinião, quais os melhores lutadores do UFC da atualidade?

Estamos numa fase de renovação, com Johny Hendricks, Chris Weidman. Na minha opinião, o melhor lutador peso por peso hoje se chama José Aldo. Ele é forte, rápido, versátil. E o seu companheiro de treino, Renan Barão, não fica muito longe. Isso sem falar do Cain Velasquez, que acho intocável na categoria dele, e o Jon Jones, que para mim é o cara mais temido do UFC. Logo em seguida vem o Vitor Belfort.

Você ainda planeja encarar Belfort?

O Vitor tem 36 anos de idade e foi eleito entre os melhores lutadores de 2013, incrível. Ele é um grande atleta, e merece todo respeito e admiração. Na minha opinião, ele fica abaixo apenas do Jon Jones como o lutador mais temido do UFC. Mas acho que nossos caminhos ainda vão se cruzar. Dois caras que eu preciso enfrentar para minha carreira ficar completa são Wanderlei Silva e Vitor Belfort.

Ler matéria completa Read more
There is 1 comment for this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *