Katchal nocauteia Rayner Silva e é o novo campeão do Jungle Fight

Share it
Katchal venceu o campeão Rayner e ficou com a cinta em Itu. Foto: Divulgação/Fred Pontes

Katchal venceu o campeão Rayner e ficou com a cinta em Itu. Foto: Divulgação/Fred Pontes

O Jungle Fight 69, realizado na noite do último sábado, no Ginásio Municipal Prudente de Moraes, em Itu, São Paulo, foi marcado por um show de finalizações e nocautes. Das sete lutas disputadas, seis acabaram de uma das formas. O grande destaque ficou por conta do paraense Nildo Katchal, que nocauteou o manauara Rayner Silva, no segundo round, e se tornou o novo campeão da categoria dos pesos-mosca.

O duelo começou muito agitado, com o campeão partindo para cima e arriscando sequências rápidas. Nildo, por sua vez, buscava surpreender Rayner nos contragolpes. Porém, esta tática não durou muito, e o lutador paraense resolveu partir com tudo contra o rival, inciando uma trocação franca e emocionante, que duraria cerca de um minuto. Melhor para o desafiante, que acertou os melhores golpes e deixou o adversário atordoado.

No segundo round, Nildo voltou ainda mais agressivo e seguiu melhor no combate. O desafiante arriscava boas sequências e incomodava Rayner com potentes chutes baixos. Em um desses, o campeão sentiu. No mesmo instante, o paraense iniciou uma sequência impiedosa de caneladas contra a perna do rival, que não resistiu e foi ao chão. Restou ao paraense liquidar a fatura no ground and pound, e esperar o árbitro interromper a luta, em 1m49s do segundo round, para se tornar o novo campeão do Jungle Fight.

O co-evento principal da noite, a trilogia entre Fabiano “Jacarezinho” e Rivaldo Jr., também, era aguardada com ansiedade pelos fãs. Porém, quem esperava um combate equilibrado acabou se decepcionando. Com pouco mais de um minuto, o atleta da XGym acertou um direto certeiro no queixo do rival, que foi à lona. Final semelhante teve o segundo duelo do card, entre o lutador local Douglas Bertazini e Paulo “Boiko”. Ovacionado pela torcida, Douglas precisou de apenas 57s para nocautear o rival e levar os fãs no ginásio à loucura.

Outra luta de encher os olhos foi a de abertura do evento, entre Ismael “Marreta” e Leonardo “Tangerina”. Os dois entraram dispostos a partir para a trocação, e já arrancaram aplausos do público no primeiro round. Porém, no segundo, o que se viu foi uma verdadeira guerra. Ismael iniciou melhor, conseguindo um knockdown, após uma bela sequência de socos, e, depois, deixando o rival, novamente, atordoado. Em seguida, Tangerina largou uma bomba de direita, levou o oponentes ao chão e já se atirou encaixando um mata-leão. Marreta suportou a investida, e sobreviveu para o round seguinte, que o consagraria com um belo nocaute e os aplausos do público.

Já as finalizações da noite ficaram por conta do americano José Diaz “Suavezito” e Reginaldo Vieira. O primeiro encaixou um triângulo invertido no brasileiro João Paulo, após dominar os três rounds, e ficou com a vitória. Já o segundo conquistou a vitória diante Lincon “Cowboy” com uma guilhotina muito justa, ainda no primeiro round. A única luta sem um final triunfal foi a do mexicano Cristian Navarro e o chileno Gáston Manzur, que não resistiu aos chutes recebidos no joelho e optou por não seguir no combate, no intervalo do segundo para o terceiro round.

Confira abaixo todos os resultados do Jungle Fight 69:

Nildo Katchal nocauteou Rayner Silva a 1min49s do R2
Fabiano “Jacarezinho” nocauteou Rivaldo Jr a 1min30s do R1
Cristian Navarro venceu Gastón Manzur por desistência entre os R2 e R3
Reginaldo Vieira finalizou Lincon “Cowboy” na guilhotina a 1min7s do R1
José “Suavezito” finalizou João Paulo no triângulo invertido aos 2min47s do R3
Douglas Bertazini nocauteou Paulo “Boiko” aos 57s do R1
Ismael “Marreta” nocauteou Leonardo “Tangerina” aos 3min18s do R3

Ler matéria completa Read more

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.